Desempregado tem direito a auxílio-doença, veja quando

Em algumas situações mesmo quem não contribui ao INSS pode obter benefícios

Você sabia que o desempregado tem direito a auxílio-doença em algumas situações? Com isso, mesmo que não esteja contribuindo com o INSS, pode obter benefícios previdenciários. Confira hoje, 01 de dezembro, quais são essas hipóteses e como funciona.

O auxílio-doença é um dos principais benefícios da Previdência Social. Ele se volta a garantir o sustento do trabalhador quando ele não tem condições de saúde de prestar atividades.

Assim, garante o pagamento de uma parcela mensal até que se constate a melhora do trabalhador. Ou seja, a recuperação de sua capacidade de prestar serviços com remuneração.

Quando o desempregado tem direito a auxílio-doença?

Após o término do vínculo de emprego não se perde, imediatamente, a condição de segurado do INSS. Isto é, por um tempo os cidadãos continuam tendo acesso à Previdência como se contribuintes fossem.

Por isso, enquanto o trabalhador desempregado estiver no período de graça do INSS, ele ainda pode pedir os benefícios. Além do auxílio-doença, também pode se valer, por exemplo, de salário-maternidade.

Essa condição de permanência enquanto segurado da Previdência tem duração de 12 meses. O prazo começa a contar após o final do aviso prévio ou de outro benefício do INSS.

Desempregado tem direito a auxílio-doença
Desempregado tem direito a auxílio-doença, veja quando – Foto: Canva

Por outro lado, é possível manter esse acesso aos benefícios, mesmo enquanto não se contribui, por mais tempo. Nesse caso, tem-se que quem recolheu valores ao INSS por ao menos 10 anos tem período de graça de 24 meses.

Aliás, também é possível manter a condição de segurado sem limite de tempo quando o desempregado continua recolhendo valores ao INSS de forma voluntária.

Portanto, desde que o desempregado ainda tenha seguro do INSS tenha atestado médico e incapacidade temporária de prestar serviços (e de procurar novo emprego), pode receber auxílio-doença.

Como pedir auxílio-doença estando desempregado?

Para isso deve-se acessar o site ou aplicativo Meu INSS. Ali, então, fazer login com senha. Depois, então, siga esse passo a passo:

  • Clique em “Agendar Perícia”;
  • Logo depois, clique em “Perícia Inicial” > “Selecionar” e responda “SIM” à pergunta sobre a posse de atestado médico;
  • Então, para dar continuidade ao direito do desempregado ao auxílio-doença, preencha todos os dados requeridos e avance;
  • Insira os anexos (referentes aos atestados médicos devidamente digitalizados e legíveis) e gere o comprovante. Depois, aguarde a data da perícia e se apresente conforme instruções em tela.
Clique no Banner e Baixe Grátis o Ebook!

Aprenda a fazer fotos e edições profissionais usando o seu celular e comece a faturar em dólares, trabalhando com os maiores bancos de imagens do mundo. Baixe Grátis o e-book: Como Fazer da Fotografia com Celular um Negócio Lucrativo.

PLANILHA DE CONTROLE FINANCEIRO DOMÉSTICO GRÁTIS: Passo a passo de como usar e SAIR DO SUFOCO

Você sabe quanto gasta por mês? Qual é o seu saldo mensal entre valores recebidos e valores gastos? Qual é a porcentagem que sobra do seu salário após os gastos do mês? Pois é.

Certamente, são poucas as pessoas que sabem como responder essas perguntas e todas elas utilizam algum tipo de planilha que auxilia no controle de gastos.

Trata-se de um documento que vai ajudar – e muito – a listar seus gastos e custos mensais, bem como auxiliará a organizar sua vida financeira. Ou seja, só sucesso!

É um instrumento ideal para ajudar, não só a economizar, mas também a ganhar dinheiro. Afinal, evitar gastos desnecessários também é uma forma de sair no lucro após um mês.

Uma planilha ajuda a controlar metas, reduzir custos, investir mais e entender detalhadamente o fluxo do seu dinheiro. Pensando nisso, então, criamos uma planilha de controle financeiro simples, que vai te ajudar nas finanças pessoais.

O Guia do Ex-Negativado não tem ligação com bancos ou qualquer outra instituição financeira do mercado. Nosso objetivo neste espaço é o de, unicamente, levar aos nossos leitores informações confiáveis no contexto da relação humana com o dinheiro e da cidadania. Em sendo assim, tópicos como finanças pessoais, oportunidades de mercado, direitos e deveres do consumidor estarão presentes permeando nosso conteúdo. Acreditamos que seja sim possível ajudar no processo de desenvolvimento da educação financeira, e, por conseguinte, na construção de um espírito crítico do cidadão. No entanto, vale também a ressalva, de que nada publicado neste Blog constitui em uma recomendação pessoal de investimento. Caberá, desse modo, a quem deseja investir, tomar suas próprias decisões em relação às estratégias financeiras a serem adotadas em sua vida pessoal e profissional. Dúvidas ou sugestões? Entre em contato conosco: E-mail: contato@guiadoexnegativado.com.br Telefone: (31) 3500-2894
Comentários
Loading...