- Advertisement -

Pixie-bob e suas curiosidades: aprenda 5 dicas para lidar com este bichano cheio de dedos

Saiba mais sobre este gato de temperamento calma e com uma característica especial

Pixie-bob e suas curiosidades: aprenda 5 dicas para lidar com este bichano cheio de dedos. Foto: Canva
0 22

- Advertisement -

Você já ouviu falar do gato Pixie-Bob? Se não, aprenda hoje, dia 25 de novembro, aqui no Blog My Pet, do Folha Go, algumas curiosidades sobre este gato peculiar. Portanto, saiba sobre a personalidade, características físicas e outros fatores.

Aprenda 5 dicas para lidar com este bichano cheio de dedos. Foto: Canva

Aprenda mais sobre Pixie-bob

- Advertisement -

Por isso, continue a ler este artigo e aprenda mais sobre este gato bastante especial e exótico. Aqui, abordaremos 5 curiosidades bem bacanas sobre o Pixie-Bob.

Leia mais: Patas preciosas: curiosidades e cuidados com as almofadinhas dos cães e gatos

Origem do Pixie Bob

A versão mais confiável sobre a origem deste gato tão exótico vem dos Estados Unidos, em meados dos anos 80. O Pixie Bob tem aparência de gato selvagem, o que levou a lenda do cruzamento de Lince, um felino que vive nas montanhas costeiras e o gato doméstico.

Porém, após testes de DNA realizados, esta tese caiu por terra. Na verdade, não se sabe qual é o real cruzamento que originou o Pixie-Bob.

A polidactilia está presente em boa parte dos animais pertencentes a raça

Apesar do nome diferente, a polidactilia é uma condição genética onde os felinos nascem com mais de cinco dedos em cada pata. Na verdade, a contagem é de 6 a 7 dedos. Então, o Pixie-Bob é uma das raças felizardas.

Inclusive, esta condição não traz prejuízo ao felino, seja físico, seja para a saúde. Afinal, é apenas um charme a mais para este gato exótico. Por isso, não há necessidade de leva-lo ao veterinário devido à polidactilia.

Confira também: Animais de companhia para crianças especiais: como escolher e cuidar sem mistérios

- Advertisement -

Personalidade cativante e dócil

Apesar da aparência selvagem, o Pixie-Bob é um gato extremamente dócil, inclusive com crianças, a família e pessoas estranhas. Ele é inteligente, carinhoso e confiável. Aliás, ele é considerado como um “gato-cão” de tão amigável que ele é.

Portanto, uma novidade muito bem-vinda é que ele é perfeito para passeios. Aceita facilmente a coleira, inclusive, a peitoral. Então, se prepare para se distrair com este gato enquanto faz uma caminhada, por exemplo.

Porte físico e características da pelagem

O porte deste gato é de médio a grande. A cabeça tem formato de pera invertida, com orelhas de pontas arredondadas. Um fato curioso é a sua cauda. Pode ser espessa, mas tem diferentes tamanhos: de 5 a 15 centímetros.

Aliás, a coloração do Pixie Bob vai do castanho até ao tom avermelhado, o que é semelhante ao lince que vive nas montanhas costeiras. Além disso, ao longo dos seus pelos, há pequenas manchas pretas.

Questões de saúde com o Pixie-Bob

A melhor parte da raça é que não há problemas gigantes em relação a saúde. A expectativa de vida é de 13 a 15 anos. Na verdade, não há relatos de problemas graves em relação a raça.

O maior cuidado que deve se ter é em relação é a sua pelagem. Geralmente a raça tem pelos longos, portanto é importante ter a escovação regular. Assim, o bichano não engolirá bolas de pelo que irão ferir o estômago.

E estas foram algumas curiosidades sobre o Pixie Bob. Vale ressaltar que é difícil de encontra-lo no Brasil. Afinal, ele é encontrado nos EUA e, também, em alguns locais da Europa. Esperamos que tenha gostado do artigo e tenha elucidado as dúvidas sobre o Pixie-Bob.

Ademais, leia também: Cães perigosos: conheça raças que podem ser vista com outros olhos, entenda

Veja também um gatinho que ama comer de colher, ele é o Boquinha!

- Advertisement -

Comentários
Loading...