Dicas poderosas de brincadeiras com cachorro e gato e as 5 que melhoram o comportamento e convivência

Veja que os pets não exigem brinquedos caros para se divertir em casa

Anúncio
Baixe nosso aplicativo GOOD NEWS e desfrute do melhor conteúdo da internet!




Brincar com os pets é uma atividade prazerosa, e deve se realizada do modo correto. Sendo assim, é possível aproveitar essas brincadeiras com cachorro e gato para melhorar o comportamento deles. Veja essas dicas que o Blog My Pet separou nesta segunda-feira (01/11).

Leia maisDescubra quantas “vidas” tem o gato: entenda os tipos de personalidade do bichano

como brincar com o cachorro e gato para melhorar o comportamento
Aliás, as brincadeiras com cachorro e gato para melhoraram muito o comportamento/ Reprodução: Pixabay

Confira as dicas para o momento das brincadeiras com cachorro e gato

É importante dizer em primeiro lugar que os pets não exigem brinquedos caros para se divertirem em casa. Afinal, basta a atenção de seu tutor, e os animaizinhos já estarão mais do que felizes. Contudo, existem algumas atividades que podem complementar as brincadeiras com os animais e melhorar o comportamento deles. Acompanhe.

1.      Objetos para incentivar a caça e reduzir a ansiedade

Principalmente com os felinos, realizar brincadeiras usando coisas e objetos de casa é essencial para estimular o animal. Além de ajudar a reduzir a ansiedade, também diverte e melhora o seu comportamento.

2.      Contato e atenção para uma maior qualidade de vida

Notícias relacionadas

Qual é o melhor cachorro para criar em sítio?…

Continua depois da publicidade

Shih-tzu ou Pug? Saiba quanto custa manter um…

Continua depois da publicidade

Os animais adoram estar em contato com o seu dono, além disso, manter uma relação de carinho e atenção, é benéfico tanto para o animal, quanto para o ser humano.

3.      Simplicidade nas brincadeiras com cachorro e gato

Não há necessidade de gastar muito dinheiro com brinquedos caros. Uma garrafa pet pode ser um ótimo brinquedo para o cachorro, assim como um cadarço terá muita utilidade para o seu gato. Meias, bolinhas, tecidos velhos e outros itens, desde que não passíveis de acidentes, os mantêm entretidos e felizes.

4.      Brinque junto

Alguns animais não gostam de brincar sozinhos. Isso diz muito sobre a personalidade deles, ou até mesmo sobre a forma como ele foi criado. Existem alguns gatos que precisam ser estimulados para ter interesse pelo brinquedo, e o mesmo pode acontecer com cachorros.

5.      Identifique o comportamento agressivo

Existem duas situações, quando o animal demonstra seus instintos no momento das brincadeiras, e quando ele apresenta agressividade. Estimular seus instintos é positivo, mas se nervosismo ou ataque exacerbado, observe e avalie os motivos para isso acontecer, em seguida, procure a melhor forma e corrigir e evitar.

Em alguns casos a própria falta de atividade com o animal ou falta de brincadeiras, aumenta a agressividade. Mas esse é um comportamento que pode ser facilmente corrigido.

Leia aqui: Raças de gatos dóceis: veja 5 opções de gatos de personalidade dócil

Carregando comentários aguarde...
...
...