Como cuidar de um gato siberiano? Veja aqui tim por tim

O gato siberiano, também conhecido como gato da floresta, suporta condições adversas no frio, sendo também amigável e dócil

Foto do revisor (Larissa Gusmão Ambrósio de Faria)
Revisado por: (Larissa Gusmão Ambrósio de Faria)
Anúncio
Baixe nosso aplicativo GOOD NEWS e desfrute do melhor conteúdo da internet!




Você conhece o gato siberiano? Hoje, 01 de dezembro, no post do Blog My Pet do Folha GO, vamos te dar um guia completo sobre essa raça felina que suporta invernos rigorosos e condições adversas no extremo russo.

Em primeiro lugar, o gato siberiano possui um coração do tamanho da sua gentileza. Portanto, siga a leitura abaixo para aprender tudo sobre essa raça.

Leia mais: O que acontece quando um cachorro come uva? Veja o que o pet pode comer e não traz problemas

olhos do gato
O gato siberiano tem muitas camadas de pelo, o que exige atenção especial dos tutores – fonte: Pixabay

Gato siberiano

Primeiramente, muita história envolve o gato siberiano. Estima-se que exemplares dessa raça datem de mais de mil anos. Entretanto, a origem oficial aponta para a década de 1870 como sendo a de criação deste felino, resultado da mistura de ucranianos e russos. Sua pelagem grossa e longa dá suporte ao inverno rigoroso daqueles países, além da camada de subpelo que confere mais proteção e quentura ao pet. 

Características físicas

O gato siberiano, também conhecido como gato da floresta, tem um porte de médio para grande. Dessa forma, seu peso pode ir de “meros” 4 quilos até 10 quilos! E o bichão também é grande: 90 centímetros. 

Continua depois da publicidade

Contudo, até que o seu corpo robusto esteja completamente desenvolvido, podem levar mais de 5 anos. Por fim, este pet é indicado para quem tem alergias, pois quase não produz a substância que causa este problema em algumas pessoas.

Temperamento

Inicialmente, o gato siberiano pode ser um bocado tímido, mas isso não é entrave para que o seu temperamento fofo, dócil e amoroso desabroche completamente. Entretanto, é preciso estimulá-lo a desenvolver essas características desde filhote. Muito enérgicos e ativos, os felinos desta raça necessitam de brinquedos, acessórios e muito exercício físico para liberar toda a energia represada nesse corpanzil peludo. 

Sua expectativa de vida altíssima, de 18 a 20 anos, provém da forte musculatura de seu corpo. Tão inteligente quanto brincalhão, o gato siberiano interage muito bem com outros pets, como gatos e também cachorros. Apegado ao tutor, está sempre em busca de amor e carinho de toda a família. 

Cuidados especiais com o gato siberiano

Por fim, embora não tenha registro de doenças genéticas, este pet pode ser vítima de micoses e dermatites. Portanto, atenção extra deve ser dada à escovação e à pelagem desta raça. Dessa forma, evite também excesso de banhos (pois ele adora água!). Mantenha a vacina e a vermifugação em dia, bem como visitas frequentes ao veterinário. 

Leia mais: Raça de cachorro maltês; curiosidades do pet pequeno e brincalhão que é super 

Confira agora esse passeio na rua com segurança e conforto

Carregando comentários aguarde...
...
...