- Advertisement -

Veja agora como gato pega raiva: sintomas da doença e prevenção

A raiva é uma doença que acomete a maioria dos mamíferos, incluindo gatos e humanos.

Pega pega raiva - Fonte: Pexels
0 29

- Advertisement -

Sim, gato pega raiva, mas é possível se prevenir contra essa doença terrível. A raiva felina, assim como a raiva canina é uma zoonose grave e pode levar o pet a óbito, portanto a melhor alternativa ainda é a prevenção. Sendo assim, nós da coluna My Pet do Folha Go pesquisamos mais sobre o assunto e trouxemos hoje (04/12) algumas informações importantes sobre o tema. Continue lendo e saiba mais! 

Leia também: Qual É O Nível De Inteligência Do Rottweiler? Descubra Se Ele É Inteligente

Como o gato pega raiva?

- Advertisement -

A doença é transmitida de um animal para outro, por meio da mordida, ou seja, um animal infectado pode infectar outro da mesma espécie (ou de outra), transmitindo o Lyssavirus. A partir disso, o vírus se instala nas glândulas salivares dos animais contaminados. Daí a transmissão através da mordida.  O mais grave é quando o gato pega raiva e passa para os humanos, embora não seja fatal para nós. 

gato pega raiva – créditos da imagem: Pexels

Quais os sintomas da raiva em gatos

Depois de infectado, o gato com raiva pode ficar muito tempo, até meses sem apresentar nenhum sintoma. Posteriormente, ele tende a mudar seu comportamento. Dessa forma, pode ficar inquieto ou muito cansado, ter dificuldades para comer e pode vomitar muito. O pet também apresenta irritação e tende a ficar mais agressivo. Pode até atacar e morder os tutores. 

Quando o gato pega raiva, é possível notar uma série de mudanças comportamentais, entre as quais podemos ressaltar:

- Advertisement -

  • Febre;
  • Perda do apetite;
  • Miados diferentes do normal;
  • Mandíbula caída;
  • Perda dos reflexos;
  • Espasmos e tremores,
  • Pálpebras caídas;
  • Fotofobia;
  • Desorientação;
  • Convulsões;
  • Aversão à água.

Passados alguns dias, a doença pode progredir, bem como a paralisia do corpo. Nessa fase, seu pet já deve ser levado ao veterinário ou ao centro de zoonoses, onde ficará em isolamento. Nesse período, ele será acompanhado e receberá antivirais que podem ou não curá-lo. Infelizmente, as chances de óbito são grandes nesse cenário. 

Como evitar que seu gato pegue raiva

Vacinação. Esse método preventivo possui uma taxa de eficácia próxima de 100%. Assim, a melhor forma de precaução é vacinar seu pet. Os tutores devem aplicar a primeira dose entre os 3 e 4 primeiros meses de vida, e ela deve ser reforçada uma vez por ano. 

A vacina é gratuita em campanhas de vacinação promovidas pelo governo em mais de uma ocasião por ano. Se você perdeu a campanha, basta se dirigir a um consultório veterinário para deixar seu pet imunizado. Assim, seu gato não pega raiva.

Confira também: Pulgas e carrapatos: veja como eliminar com misturinha caseira e dicas

GATINHO KLAUS. Pet foi resgatado do lixo. Veja como ele cresce feliz!

Comentários
Loading...