Entenda porque você não pode dar qualquer remédio para cachorro

Saiba porque não dar remédio humano para cães

Hoje (16/03) o Notícias Pet vai falar de um assunto importante: remédio para cachorro. Sabemos que os animais de estimação são como crianças. E seu trabalho mais importante como dono de um animal de estimação é preservar a saúde dele. Portanto, hoje queremos dar informações sobre alguns medicamentos tóxicos.

Mas sobretudo, falar daqueles mais comuns e que podem colocar a vida do seu cão em perigo. Entenda as razões que não pode dar qualquer medicamento para os animais de estimação. Em outras palavras, só porque uma droga é segura para as pessoas não significa que seja segura para os cães.

dar remédio
Entenda porque não pode dar qualquer medicamento para os cães | Imagem CANVA

Risco de dar remédio para cachorro

Agora te pergunto – Você  sabe de casos em que os donos, mesmo com a melhor das intenções, envenenaram acidentalmente seus cães? É fato que acontece, infelizmente.

Sim, mesmo com medicamentos comuns, sem receita,  e claro, não entendiam os perigos. A dica de ouro é nunca dar um medicamento ao seu cão sem antes consultar o seu veterinário. Insistimos nisso, pois é algo muito sério e acontece com muita frequência.

Ademais, veja também: Gato bravo de patas negras: um ‘assassino’ impiedoso e interessante para conhecer

Então eu não posso dar remédio para cachorro?

remédio para cachorro
Entenda porque você não pode dar qualquer remédio para cachorro Foto – Geração Pet

É claro que pode, mas com as devidas recomendações. Porém remédios sem autorização do veterinário não devem ser dados aos cachorros, mesmo que você considere ser tranquilo. Nosso conselho é que você nem pense nisso.

Além disso, alguns como o ibuprofeno são altamente tóxicos para eles. Ao contrário, o que pode ajudar os humanos não significa ser o mesmo para os animais. Melhor evitar também se automedicar, isso não é bom para ninguém.

Fique atento(a)

Pensando nisso, se o seu cão tem diarreia amarela, verde ou outra cor que não seja com sangue, fique atento. Pois, caso apresente as cores acima bem como laranja ou marrom, é mais provável que seja devido a uma dieta pobre ou algo semelhante.

Então nesse caso, ofereça soro caseiro e procure suporte veterinário, o mais rápido que puder, pois os cães desidratam rápido.

Remédio para cachorro; 3 medicamentos que NÃO deve usar

remédio para cachorro
Somente o veterinário sabe qual remédio o cachorro pode tomar Foto – Blogdoghero

Observe a seguir uma breve lista com alguns que são muito comuns:

1. Aspirina

A aspirina interfere com as plaquetas (que ajudam a coagular o sangue). Portanto, se o seu cão tiver uma ferida ou corte, a aspirina pode tornar mais difícil estancar o sangramento.

Aliás, esse medicamento é especialmente perigoso quando misturado com outras drogas, por exemplo, como os anti-inflamatórios.

Os cães podem ter problemas gastrointestinais, dificuldades respiratórias, problemas neurológicos, distúrbios hemorrágicos e insuficiência renal. Dessa maneira, se houver agitação, vômitos ou problemas na urina, não hesite em socorrê-lo.

2. Ibuprofeno

Você já sabe que este medicamento pode ser tóxico para animais. Mas com frequência ele é usado sem prescrição médica para tratar a dor e a inflamação nas pessoas. Assim,  ressaltamos: para os cães o ibuprofeno pode facilmente exceder os níveis tóxicos.

Anota aí, que caso os cães apresentem os sintomas que incluem falta de apetite, vômitos, fezes pretas como alcatrão, vômitos com sangue, dor abdominal, fraqueza ou letargia, pode ser que esteja com intoxicação medicamentosa

3. Paracetamol

O terceiro da lista é o paracetamol. De toda forma medicar seu cão com ele, e sem consultar um veterinário também é perigoso. Entenda o motivo.

Mesmo que você não lhe dê, deve ser levado em conta que eles podem consumir comprimidos que caem no chão ou são deixados em qualquer canto da casa ao alcance deles.

Agora, se você suspeitar que seu cão ingeriu qualquer um desses medicamentos (em qualquer quantidade), entre em contato com o seu veterinário regular ou um veterinário de emergência imediatamente.

Mantenha a calma e aja rápido

Afinal, quanto mais rápido ele for examinado, certamente poderá ser ajudado. Então, após relembrarmos alguns remédios não facilite. Cada tutor deve tomar todo cuidado com a segurança dos seus mascotes.

Compartilha a matéria com seus contatos. Ademais, conta para o Notícias Pets se alguma vez você já passou por algum apuro com seu animal de estimação.

Quem sabe, não é uma boa história para todos sabermos. Pense nisso!

Portanto, leia também: Passo a passo de como limpar orelha do gato: um cuidado que o pet merece

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.