Mudar a ração do cachorro faz mal? Entenda mais hoje no Notícias Pet

Saiba o que fazer sobre a alimentação dos cães

Hoje (10/3) aqui no Notícias Pet vamos falar mais a respeito de ração para cachorros. Será que a troca de ração pode fazer mal para os cachorros? Os cães, tal como os humanos, podem sim desenvolver algum tipo de alergia alimentar, algo que deve ser detectado a tempo para que não se instale possíveis problemas no corpo do nosso animal de estimação.

A maneira pela qual podemos detectar que nosso cão tem algum tipo de alergia são os vômitos, a diarreia e desconforto. Portanto se observarmos algum desses sintomas devemos ir ao nosso veterinário de confiança para realizar os testes relevantes, para saber exatamente o que a comida faz nosso cachorro tem uma alergia.

Portanto, leia também: Pelo curto brasileiro: veja tudo sobre a única raça brasileira de gatos

Tem problema ficar mudando a ração do cachorro?

ração de cachorro
Como saber se a ração está fazendo mal? Confira nessa matéria! Foto – Pixabay

A ração para cachorro é muitas vezes uma dúvida. Principalmente quando se quer trocar a ração do seu animal por outra diferente ou de melhor qualidade. A mudança pode ser feita e não tem grandes complicações, porém, é importante que você faça com o devido processo para não afetar sua saúde. Também é importante conversar com o veterinário sobre essa troca. Estas são algumas dicas que você deve seguir para isso.

Antes da mudança deve saber:

  • Consulte o seu veterinário se a comida que pretende dar ao seu animal de estimação é a correta de acordo com a sua idade, estado de vida e saúde. Um gato ou cachorro idoso pode exigir cuidados diferentes dos de um filhote de cachorro ou adulto médio. Esse cuidado está intimamente relacionado à ingestão de nutrientes, vitaminas e minerais.
  • Quando as mudanças na alimentação de nossos animais de estimação são feitas de forma muito abrupta, podem surgir distúrbios digestivos que complicam a saúde do animal. Para isso, é sempre recomendável fazer mudanças na dieta de forma gradativa, o que facilita a captação do novo alimento em maior grau.

    Como fazer

  •  Mudança gradual: para evitar o estresse em cães e por não estarem acostumados com os novos alimentos, recomenda-se misturar os antigos com os novos, aumentando a quantidade de comida dia a dia nova na mistura. Certifique-se de misturar bem os dois tipos de alimentos.
  • Recomenda-se que a transição de um alimento outra é realizada em duração não superior a 7 dias, sendo a última o dia em que o animal é totalmente alimentado com o novo alimento. O processo é mostrado abaixo. Por exemplo:
  • No Dia 1 e 2: 75% da comida antiga e 25% da nova.
    Dia 3 e 4: 50% de comida velha e 50% de comida nova.
    Nos dias 5 e 6: 25% da comida antiga e 75% da nova.
    Dia 7: comida 100% nova.

Ração para cachorro pode causar alergia alimentar?

ração
A troca de ração exige atenção Foto – Pixabay

Uma alergia alimentar é uma reação adversa a um determinado alimento que produz pele e / ou sintomas digestivos no cão. Quando um cão tem alergia alimentar, o que geralmente se observa é que ele se coça mais do que o normal.

Sintomas gastrointestinais como diarreia, fezes finas, gases e até vômitos também podem aparecer. No entanto, esses sinais digestivos são observados em apenas 20% dos casos.

Em cães alérgicos, a pele pode ficar vermelha e apresentar lesões que coçam., como por exemplo na região das pernas, axilas, virilha, períneo, face, orelhas e pescoço. Além disso, esses cães frequentemente sofrem de otite com frequência.

Portanto, fique atento a qualquer alteração alimentar em seu pet.

Por fim, confira também: Cães e gatos enxergam preto e branco? Saiba se é verdade ou mentira

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.