Abandono e maus-tratos de animais; veja entrevista com uma ativista da causa

Confira nessa entrevista exclusiva o importante trabalho realizado por Tatiana

O abandono de animais é uma realidade que preocupa autoridades e pessoas do país. Atualmente são aproximadamente 30 milhões de animais abandonados. E se não bastasse o abandono, muitos deles sofrem de maus-tratos. E não são apenas animais abandonados. Muito deles, tem donos. Por isso, hoje (07/03) o Notícias Pet conversa com a ativista e protetora dos animais, Tatiana Mendes de Oliveira Dias. Ela que mora em Minas Gerais, e ajuda no resgate e cuidado de diversos bichos.

Mesmo em meio aos seus compromissos de trabalho como diarista, busca sempre cuidar e proteger a todo ser vivo na natureza que cruza seu caminho. Confira tudo o que ela contou ao nosso portal, sobre como é conviver diariamente com tamanha tristeza e dor.

Abandono e maus-tratos: entrevista com Tatiana Mendes de Oliveira Dias; ativista da causa animal

Essa Golden  foi salva por Tatiana da antiga dona. Ela estava presa na corrente com leishmaniose e lotada de carrapato e feridas Foto – Arquivo Pessoal

Abandono e maus-tratos. Esse tema precisa ganhar visibilidade. Por isso, conversamos com Tatiana que além de ajudar a salvar os animais, ela também fica com eles na sua casa, ajudando-os na sua recuperação até encontrar um novo lar. Confira mais sobre o que ativista fala dos maus-tratos e do trabalho realizado.

Notícias Pets: Quais atitudes podem ser consideradas maus-tratos?

Tatiana Mendes de Oliveira Dias: As atitudes consideradas maus-tratos são: agressões físicas como espancamento, envenenamento, mutilação. E mais, deixar o animal preso ou acorrentado sem condições no ambiente e sem comida e água, e ainda, em lugares sujos e pequenos.

Notícias Pets: Por que a cada ano, mesmo com leis, ainda é grande o número de maus-tratos?

Tatiana Mendes de Oliveira Dias: Infelizmente esse ano saiu a Lei de prisão sobre maus-tratos e abandono. Enfim, as pessoas acham que não acontece nada. Se todos os casos vistos e denunciados  fossem para os jornais, então sim, se mostrassem no jornal o que aconteceria, pensariam duas vezes. Assim, a pessoa acha que não vai acontecer nada e continua fazendo.

Por isso, a lei deveria ser mais severa e mostrar o que acontece com pessoas que fazem esses maus-tratos. Prende em um dia e no outro está solto.

Notícias Pets: Muitos desses animais que sofrem maus-tratos conseguem sobreviver? Há também aqueles que morrem, certo? Como é trabalhar junto a tanta dor e falta de justiça?

Esse gato foi atropelado e está sob os cuidados de Tatiana Foto – Arquivo Pessoal

Tatiana Mendes de Oliveira Dias: Não é fácil pegar um animal com maus-tratos. O coração fica cheio de raiva. Felizmente alguns sobrevivem e outros morrem por não ter a justiça que merecem. É muito triste e muitos fazem justiça com as próprias mãos. Mas não é fácil ver isso acontecer e não ter a justiça merecida por ceifar uma vida de um animal indefeso. Alguns dos animais que sobrevivem ficam com sequelas.

Notícias Pets: Se alguém vê, ou presencia maus-tratos, o que deve fazer?

Tatiana Mendes de Oliveira Dias: Denunciar é a primeira coisa a se fazer, e depois se puder, intervir no momento dos maus-tratos, mas sem violência. Sempre ter diálogo e fazer com que a pessoa veja as coisas por outro lado, como se colocar no lugar do animal ou fazer ele raciocinar que ele pode pagar por isso.

Notícias Pets: Fique à vontade para falar algo

Tatiana Mendes de Oliveira Dias:  Antes eu não conseguia controlar, mas quando vejo sou firme. Falo com a pessoa e falo pra que não faça isso. Tem pessoas que atropelam animais na rua por querer. É  muito triste ver que alguns seres humanos são tão ruins de coração e sentem prazer em fazer ruindade com os animais em geral. São pessoas ruins e sem coração.

O relato de Tatiana vem ao encontro do Notícias Pets sublinhando a mensagem que o Blog se propõe a dizer diariamente. Como alguém já disse ” quem ama cuida”, e se não puder cuidar busque alguém que possa fazê-lo.

Leia mais: Chihuahua De Pelo Longo: Conheça Mais Sobre A Menor Raça Do Mundo

Ademais, caso você saiba ou veja algum animal sofrendo maus tratos, não perca tempo, a denúncia é o primeiro passo para ajudar a diminuir tantas maldades com os bichos.  O telefone do DISQUE-DENÚNCIA  é o 181.

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.