Animais Com Covid-19: Veja as Dúvidas Sobre a Contaminação dos Pets

Já existem registros de pets que testaram positivo para o Covid-19, mas como isso funciona na prática? Veja aqui

Desde que a pandemia do novo coronavírus se instalou mundo afora e aqui no Brasil, a saúde dos humanos entraram em colapso. Mas pesquisas recentes também estão tratando da possibilidade de animais com Covid-19. Por isso, hoje, (25/02) a Folha GO vai trazer mais detalhes desses casos para a Coluna Pet.

Leia também: Terapia Holística Para Animais De Estimação: Como E Para Que São Utilizadas?

Animais com coronavírus
Veja tudo sobre o Covid-19 nos animais (Imagem: Canva)

Com um pouco mais de um ano de pandemia, é difícil uma pessoa dizer que não conhece ninguém que já tenha sido infectada pelo vírus. Entretanto, você já viu um pet contaminado?

Já existem casos de animais com Covid-19 e no post de hoje você vai entender tudo sobre essa contaminação.

É possível ter animais com Covid-19?

Pesquisas recentes descobriram sinais do vírus em gatos e em cachorros na cidade Belo Horizonte (MG) e em outras cidades do país.

Os testes que foram feitos nos animais não foram aleatórios. Na verdade, os animais faziam parte de famílias que testaram positivo para o vírus.

Então, sim, é possível ter animais com Covid-19, mas até o momento não há risco nessa contaminação.

Animais com Covid-19 podem transmitir a doença?

A parte em que falamos que não há risco nessa contaminação, é justamente por não existir a chance da transmissão. Em outras palavras, um animal que atesta positivo para o vírus, não faz a transmissão do mesmo.

Nos testes que foram realizados em cães e gatos, e que testaram positivo, não foi encontrado uma presença relevante da cepa viral Sars-Cov-2.

Com esse resultado não é possível nem mesmo sequenciar o vírus para entender como ele funciona no organismo animal. Portanto, os animais que testaram positivo não transmitem o vírus.

Inclusive, as famílias desses pets, mal perceberam reações no animal em decorrência desse vírus.

Se o meu cachorro ou gato ficar doente, o que devo fazer?

A recomendação permanece a mesma que já acontecia antes do vírus. Primeiro, NÃO se apavore e, consulte um veterinário, esse profissional está qualificado para orientar o melhor a fazer sempre.

Enfim, com os resultados dos testes e pesquisas, não se tem ainda indícios de que o vírus possa interferir na saúde do pet. Portanto, a doença do animal pode ter outras razões.

Veja também: Tecnologia para tutores de cães: 5 acessórios para o seu animal de estimação que você precisa conhecer

animais com covid-19
Em caso de doenças, sempre leve o pet ao veterinário (Imagem: Canva)

Se alguém da família estiver infectado com COVID-19, é preciso evitar o contato com animais?

A recomendação para os infectados com o novo coronavírus é sempre o isolamento social para impedir que outras pessoas se contaminem.

Portanto, incluir os animais nesse distanciamento também é importante.

O Covid-19 ainda possui variantes e efeitos que não são totalmente conhecidas em sua totalidade, por isso, muitas pesquisas ainda estão sendo feitas.

No caso de dúvidas é importante evitar que o vírus se espalhe. Mesmo que em animais, os efeitos na saúde e de transmissão, sejam nulos.

Devo vacinar meu cachorro contra o coronavírus?

Já existe uma vacina canina que protege os cachorros contra o CCoV que é responsável por causar infecção no sistema digestório. Entretanto, não existe ainda a vacina contra o coronavírus canino.

Em conclusão, ainda não existe uma vacina especifica para os animais com Covid-19. Portanto, sempre que uma pessoa da família testar positivo para o vírus, é importante colocar os animais também no isolamento social. Melhor evitar do que remediar. E claro, você concorda não é mesmo?!

Saiba também: Como fazer pasta de dente para cachorro: confira receitas caseiras

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.