Como levar o gato ao veterinário sem estresse? Confira dicas agora mesmo

Os felinos amam sua rotina diária e qualquer mudança nela pode gerar estresse. Muitos tutores acabam adiando a visita ao veterinário por causa disso. Mas isso não precisa ser sempre assim

Todo tutor de gato sabe que o felino odeia ir ao veterinário. Muitos gatinhos ficam completamente loucos, estressados e até mesmo agressivos quando precisam ir,  e isso faz os tutores desistirem de levar seu companheiro felino para uma consulta. Pensando nisso, trouxemos hoje (10/03) aqui no Blog Pets do Folha Go algumas dicas para te ajudar a levar seu gato ao veterinário sem estresse. Então confira.

Como levar meu gato ao veterinário sem estresse? Confira dicas agora mesmo
Como levar meu gato ao veterinário sem estresse? Confira dicas agora mesmo – Imagem: Divulgação freepik

Leia também: Gato pelo curto inglês: confira agora os gatos famosos do momento

Como levar o gato ao veterinário sem estresse?

Os felinos amam sua rotina diária e qualquer mudança nela pode gerar estresse. Muitos tutores acabam adiando a visita ao veterinário por causa disso, e portanto, aumentam as chances do gato desenvolver algum tipo de doença.

Mas essa experiência pode ficar mais do agradável, e se você observar bem há muitas opções de caixas, passeios rotineiros com o percurso do veterinário e muitas outros.

Dessa forma, é importante que acostume seu gatinho desde de cedo às visita regulares ao consultório medico. Confira então, algumas dicas de como tornar a ida ao veterinário um momento alegre e sem tensão.

gatos
é importante que acostume seu gatinho desde de cedo às visita regulares ao consultório medico | imagem Google

Caixa de transporte: monstro, mas nem tanto assim!

A temida caixa de transporte pode parecer um monstro para o seu gato, acredite. Muitos gatos ficam apavorados com o simples fato do tutor pegar na caixa. Portanto, para evitar a tensão gerada, acostume seu bichinho sentir-se seguro com a caixa de transporte.

Coloque brinquedos e o cobertor preferido do seu pet dentro da caixa e deixe ela sempre vista. Dessa forma, o gato pode entrar quando quiser. Você também pode fazer isso com pelo menos uma semana antes da visita ao veterinário para que o gato se familiarize. Outra dica super legal é você oferecer petiscos ao seu gatinho perto da caixa, assim ele vai associar a caixa a uma coisa boa: comida.

Passeios de carro podem ser uma aventura

O tutor pode levar o gato a andar de carro, pode ser pequenos passeios próximos a sua casa. Sendo assim, coloque o gato na caixa de transporte e saia para se divertir com ele.

Todavia, lembre-se de dirigir de forma tranquila e com um música suave. Faça muitos carinhos e converse com seu gato, e não se esqueça dos petiscos!

Nada de comida antes de levar o gato ao veterinário

Não dar comida para o gato antes da viajem ao veterinário diminui as chances do bichinho sentir náuseas e vomitar durante o percurso. Além disso, o veterinário terá como “subornar” o gato durante o atendimento com comida. Isso pode deixar o gato mais calmo e responder melhor à consulta.

Converse com o médico veterinário do seu gato

Como levar meu gato ao veterinário sem estresse? Confira dicas agora mesmo
Como levar meu gato ao veterinário sem estresse? Confira dicas agora mesmo Imagem: Divulgação celltrovet

Confira também: Descubra os tipos de focinho do cachorro, curiosidades e características dos pets

Você como tutor, conhece bem seu gatinho e se sabe que ele é muito ansioso, ou sofre com medo e tensão na hora de levá-lo, converse com o veterinário. Ele certamente, saberá o que fazer e pode recomendar terapias ou até mesmo algum medicamento, caso necessário.

Uma dica extra é que quando voltar para casa, deixe o gatinho dentro da caixa por algum tempo. Isso pode ser valioso caso o tutor tenha muitos gatos ou outros pets, como cães.

Dessa forma, o bichano recupera seu cheiro e assim evita conflitos. Quando a tensão passar e o ambiente estiver calmo, solte o gatinho para ele voltar a sua rotina.

Em conclusão, se você entende que o seu gato é um animal a parte, vai perceber os menores sinais de estresse e ansiedade. Portanto, com essas dicas temos certeza que você também poderá levar seu gato ao veterinário sem estresse com regularidade e assim cuidar do seu melhor amigo.

Veja também: Por que meu gato faz xixi na cama? Descubras as razões e como resolvê-las

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.