Veja só! Bombeiros tiveram que cortar o rabo do gato para resgatá-lo do sofá

Essa história com final feliz e também um alerta para os amantes de pets. Acompanhe!

Gatos sempre podem nos surpreender. Por isso, hoje (25/02) aqui no Notícias Pet do Folha Go vamos contar uma história que quase poderia ter um final trágico, mas deu tudo certo. É que dono de um gato foi forçado a chamar os bombeiros para salvar seu gatinho que estava preso no sofá. A consequência é que o bichano teve o rabo cortado para ser salvo. Acompanhe a matéria para entender melhor esse desfecho.

Leia também: Mulher gasta mais de R$ 13 mil na construção de um refúgio para seus gatos

Bombeiros salvam gato preso em sofá

gato no sofá
O gato de sete meses ficou preso no sofá reclinável (Foto: Shutterstock)

É que Sammi, o gato, se aninhou para tirar uma soneca sob o sofá reclinável mecânico da casa dos pais da dona Susan Hurles, que moram em um apartamento abaixo dela. Mas a mãe idosa de Susan, de 51 anos, não sabia que o gatinho estava ali – e apertou o botão reclinável, prendendo sua cauda no mecanismo.

O pequeno gato de sete meses soltou um grito – e Susan e sua família não tiveram escolha a não ser chamar o serviço de bombeiros, que passou uma hora destruindo o sofá. Isso mesmo!

A conferencista aposentada Susan, de Inverkeithing Fife, aproveitou o ocorrido para alertar outros donos de animais sobre os perigos dos sofás com mecanismo reclinável. Ela disse:

“Eu só queria desabar, chorar e fugir. Era como se eu estivesse em choque. Eu podia sentir um pé e pensei que a perna de Sammi estava presa, então puxei e pensei que ela estava livre. Foi quando percebi que a cauda estava presa na espiral”.

Dona também levou susto com o gato preso

gato
Sammi depois do susto Foto: Reprodução/Facebook)

Ela ainda falou o quanto se sentiu mal por ver o gato nessa situação:

Eu me senti tão mal – era como se a estivesse restringindo para mantê-la nessa dor. Tentei abrir o sofá e segurá-lo ao mesmo tempo porque estava tentando se puxar para fora. Liguei para o 999 imediatamente. Eu estava chorando e dizendo “por favor, se apresse, por favor, se apresse, meu gato está gritando!”

Susan imediatamente levou o gato para a Cirurgia Veterinária Inglis e eles o sedaram. Ela então teve que ir para a unidade de ferimentos leves em Dunfermline para receber uma injeção de tétano e antibióticos para uma mordida de gato.

Eles disseram que o animal de estimação teve sorte de sobreviver, e agora o gatinho se recusa a entrar na casa de Gerard e Maureen.

Felizmente essa história teve um final feliz, mas é sempre bom ter todo cuidado. Os gatos gostam de dormir em lugares estranhos. Quem já não pegou o gato dormindo no motor de um carro? Mas há alguma explicação para os gatos se esconderem?


Por que os gatos se escondem?

Gatos podem se esconder por medo ou apenas para se sentirem seguros Foto Pixabay

Existem muitas razões pelas quais um gato pode se esconder. Os gatos tem essa mania para se sentirem seguros e para se protegerem de coisas que consideram perigosas ou estressantes, por isso é importante descobrir as razões pelas quais seu gato está se escondendo.

Os gatos, como espécie, são autossuficientes, portanto, quando confrontados com uma situação difícil, seu gato naturalmente prefere evitá-la em vez de atacar e lutar.

Seu felino se esconderá quando houver algo, ou alguém, por perto que esteja causando preocupação. Eles podem estar com medo ou apenas cautelosos com algo desconhecido e podem querer ficar fora do caminho, apenas para garantir.

Se você deixá-los em paz, normalmente descobrirá que eles sairão do esconderijo assim que a ameaça passar ou se perceberem que foi alarme falso, e seja lá que os assustou não é realmente um perigo real.

Sinal de alerta

No entanto, se o seu gato ficar escondido por longos períodos de tempo, isso pode ser uma indicação de que ele está angustiado com algo mais permanente no ambiente.

Pode ser qualquer coisa, mas muitas vezes são outros gatos em casa ou mesmo uma pessoa que está muito entusiasmada com a maneira de interagir com eles.

A outra razão significativa pela qual um gato pode se esconder vem de seu instinto de ser autossuficiente.

Um gato ferido ou doente frequentemente se retira e encontra um espaço seguro,  fechado onde pode permanecer até que se sinta melhor. Então se o pet continuar a se esconder, você deve marcar uma consulta com seu veterinário para descartar ou diagnosticar quaisquer problemas médicos.

Portanto, essa foi a história do Sammi que como já sabemos terminou relativamente bem. Assim, ficar de olho nos gatos em casa, é sempre uma decisão acertada. E por mais tranquilos que sejam, é sempre aconselhável ficar atento(a) onde os sapecas estão.

Ainda mais confira: Animais pegam covid de humanos: devo me preocupar com meu pet? Saiba…

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.