É perigoso ter gato dentro de casa? Confira detalhes da criação deles

O blog Notícias Pets elencou detalhes de como criar um gato em casa

Certamente se você está aqui é porque está pensando em ter um gato em casa e quer saber se isso é perigoso. Mas qual a melhor forma de mantê-lo neste ambiente?

Os gatos podem ser extremamente caseiros e se adaptar bem a rotina de um lar. Entretanto, de modo geral, os felinos são muito curiosos e gostam de explorar objetos do ambiente, e por conta disso não conseguem distinguir o que é perigoso do que não é.

Portanto, uma das formas para manter um gato em casa seguro é verificando o ambiente antes da chegada do felino e tirando os objetos que podem machucá-lo.

Leia também: Entenda a diferença entre gato feral e gato doméstico

Além disso, esses animais, possuem habilidades de subir em objetos, e gostam de ter uma visão ampla do local que estão. Ou seja, cuidado com objetos em cima dos armários, geladeira entre outros.

Confira algumas dicas que o blog Notícias Pets preparou para você manter seu gato em casa seguro.

  • Aposte nas telas

Assim como mencionamos acima, os gatos gostam de explorar e isso inclui as janelas. Portanto, aposte nas telas de proteção.

  • Caixa de areia

Os gatos são por si só muito higiênicos, mas como não terão um local externo para fazer suas necessidades deixe caixinhas de areia para ele.

Para a saúde dos humanos é perigoso manter um gato em casa?

É perigoso ter gato dentro de casa? Confira detalhes da criação deles - Foto: Pixabay
É perigoso ter gato dentro de casa? Confira detalhes da criação deles – Foto: Pixabay

Já outro questionamento comum das pessoas que querer ter um gato em casa é se ele tratá problemas para a saúde das pessoas que moram na casa.

O gato deve sempre estar com a saúde em dia. O check-up dos felinos fazem parte dos seus cuidados diários.

Entretanto, os donos de gato em casa estão menos sucessíveis a ter alguma doença trazida pelos gatos.

Até porque, na maior parte dos casos, os gatos criados em casa não tem contato com algumas doenças comuns em gatos de rua.

Não deixe de conferir: Gatos de duas caras: conheça essa anomalia e porque eles ficam assim

Na maior parte das doenças presentes em gatos que vivem na rua, o principal motivo é o contato dos felinos com o local em que já estiveram ratos ou pombos.

Com relação à famosa toxoplasmose, doença adquirida pelos gatos por via oral, a partir de hospedeiros em carnes cruas e mal passadas, os gatos de casa estão mais protegidos. Mas ainda sim, os gatos podem ser infectados, principalmente se saírem para passear em algum momento do dia.

Você também pode gostar de ler: Gata de rua grávida, como ajudar? Confira os principais cuidados e não fique em apuros

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.