É possível liberar cartão de crédito para negativado autônomo? Confira

Para muitas pessoas que possuem restrições no CPF e não têm um emprego formal, usar este serviço financeiro pode ser um desafio

É possível liberar cartão de crédito para negativado autônomo? Confira - Foto: Canva Pro
0

É comum as pessoas terem dúvidas sobre a liberação de cartão de crédito para negativado autônomo. Afinal, existem muitas promessas de produtos e serviços financeiros que, no fim das contas, não são possíveis de cumprir. O blog Poder Econômico, do Folha Go, vem tratar justamente desse assunto hoje (01/02): como as operadoras de cartões lidam com os interessados que trabalham por conta própria e, ainda por cima, têm o “nome sujo”.

Portanto, veja também: Até quando o PicPay vai render 210% do CDI? Confira aqui

As taxas cobradas podem ser maiores para quem é autônomo, portanto, deve-se tomar cuidado com o endividamento ainda maior As taxas cobradas podem ser maiores para quem é autônomo, portanto, deve-se tomar cuidado com o endividamento ainda maior – Foto: Canva Pro

O trabalhador informal, autônomo, nem sempre encontra facilidades na hora de conseguir crédito no mercado. Esta matéria tratará das melhores opções para quem não possui vínculo empregatício e está inadimplente com as contas. Portanto, confira o guia prático que preparamos e descubra a solução das instituições financeiras.
Existe cartão de crédito para negativado autônomo?
Quem está com o “nome sujo”, em geral, fica com um histórico financeiro e de pagamento ruim. Dessa forma, as operadoras de crédito, assim como os bancos, se sentem inseguros em liberar um cartão, ainda mais se o indivíduo for autônomo, ou seja, não tiver a carteira assinada.

Isso porque as instituições não terão certeza se receberão os pagamentos em dia. Ademais, elas enxergam o negativado autônomo como aquele que tem menor chance de pagar a fatura.

Entretanto, os credores pensaram em uma solução para resolver esse empecilho de muitos clientes. Portanto, pode-se dizer que sim, existe cartão de crédito para negativado autônomo. Todavia, obviamente, não se obtém o produto pelos mesmos meios que os cidadãos com carteira assinada e adimplentes.

O tipo de cartão disponível é específico, possuindo regras diferenciadas. Além do mais, os limites são menores, com determinadas restrições. Entenda melhor a seguir.
Opção de cartão de crédito para negativado autônomo
Como já é sabido, os modelos tradicionais de cartões são mais difíceis, senão, inviáveis para quem se encontra informal. Mas, as operadoras de crédito liberam com mais facilidade o cartão pré-pago.

Com sua popularização em massa nos últimos tempos, provavelmente todo mundo já ouviu falar dessa modalidade. Afinal, o termo “pré-pago” é bem comum para quem usa celular hoje em dia.

O cartão de crédito segue a mesma lógica que a do chip do telefone: você recarrega e pode usar aquele valor em serviços. Assim, o cartão terá o crédito que você precisar quando for efetuar uma compra.

Dessa forma, o saldo pode ser disponibilizado por meio de pagamento de boleto ou depósito em conta digital. Agora, também com a opção do Pix, as maneiras de creditar valores ficaram mais rápidas e diretas.

Quando o indivíduo é informal e inadimplente, as operadoras de cartão se sentem inseguras quanto a liberar o produto financeiro Quando o indivíduo é informal e inadimplente, as operadoras de cartão se sentem inseguras quanto a liberar o produto financeiro – Foto: Canva Pro

Outro detalhe importante e que deve ser ressaltado é que, como o trabalhador não está formalizado pela CLT, a comprovação de renda compromete a cobrança de taxas. Ou seja, para que a transação financeira seja mais segura para a instituição, a anuidade, adesão e outros encargos podem ser maiores que o normal.

A solução é comparar os percentuais e analisar se vale realmente a pena investir nessa linha de crédito. Assim, será possível escolher a melhor opção.

Caso você tenha se interessado em saber mais a respeito do cartão de crédito pré-pago, listamos algumas empresas que trabalham com essa modalidade. Dessa forma, será mais fácil você consultar individualmente cada uma e fazer o comparativo.
Mercado Pago
O cartão de crédito pré-pago Mercado Pago não tem a cobrança das tarifas para manutenção ou anuidade. Para quem é autônomo, a empresa disponibiliza ainda uma plataforma onde é possível vender os produtos e serviços. Assim, o valor da recarga do cartão pode ser abatido do valor das vendas.
RecargaPay
O RecargaPay tem o diferencial do programa de cashback. Com isso, o usuário pode receber de volta, em crédito, 1% do valor de todas as transações realizadas.
PagSeguro
Sua utilização se estende para as transações internacionais. Ademais, a instituição oferece benefícios exclusivos para os autônomos que usam as maquininhas em seus negócios.

Com todas as informações que disponibilizamos acima, em suma, pode-se dizer que o melhor caminho é analisar todas as opções de cartão de crédito para negativado autônomo. A ponderação pode evitar taxas abusivas e um endividamento ainda maior. E para que mais pessoas possam se beneficiar das recomendações que demos, te convidamos para compartilhar esse post. Afinal, é sempre bom entender um pouco mais sobre o gerenciamento financeiro pessoal.

De igual modo, confira: Volta do auxílio emergencial em 2021 vai acontecer? Saiba o que existe até agora

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações