Auxílio Emergencial: quem terá direito às novas parcelas?

Retorno do benefício foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro na última semana

Há alguns dias o Presidente da República Jair Bolsonaro sinalizou o retorno do auxílio emergencial. Apesar da dúvida quanto aos valores das novas parcelas, a equipe econômica já indicou a redução no número de beneficiários. Mas quem, então, poderá receber o benefício? Veja hoje, 18/02.

Tanto o Ministro da Economia quanto o Presidente já fizeram acenos em relação aos novos pagamentos. Apesar disso, ainda pairam dúvidas em relação à retomada deles. Dessa forma, milhões de brasileiros aguardam respostas em relação à possibilidade de recebimento dos valores.

O retorno do auxílio ocorre, aliás, para seu segundo ano consecutivo. O seu retorno e sua criação são fruto da pandemia de Covid-19. Dessa maneira, são medidas emergenciais para controlar os efeitos negativos sobre a economia.

Auxílio emergencial pode estar próximo com alterações de valores e dos beneficiários
Auxílio emergencial pode estar próximo com alterações de valores e dos beneficiários – Foto: A Gazeta

Quem terá direito às novas parcelas do auxílio emergencial?

Até o momento essa pergunta não tem uma resposta específica. Afinal, existem apenas acenos em favor do benefício. Eles acompanharam, ainda, indicações de restrições do auxílio em relação às regras do ano anterior.

O Governo Federal pretende liberar os valores emergenciais para cerca de 32 milhões de brasileiros. Isso, então, corresponde apenas à metade do número de beneficiários do auxílio em 2020, que foi de 65 milhões de cidadãos.

A expectativa quanto ao número de beneficiários em 2021, dessa forma, decorre do cruzamento de dados de mais de 11 institutos brasileiros. Com isso, as equipes econômicas teriam rastreado os brasileiros que realmente precisariam do auxílio emergencial.

Ao que tudo indica, portanto, as regras serão mais rígidas do que as do ano anterior. Contudo, é preciso aguardar a divulgação oficial de quais serão os requisitos para receber os valores em 2021.

Como será o pagamento das novas parcelas do auxílio de emergência?

O Governo também não divulgou como faria o pagamento das parcelas neste ano. Entretanto, Paulo Guedes já indicou em mais de uma oportunidade que a intenção é pagar de 3 a 4 parcelas. O valor, então, seria de R$ 250, menos da metade do pago anteriormente.

Quanto a isso, Bolsonaro se manifestou em Alcântara (MA) no último dia 11/02:

Está quase certo, ainda não sabemos o valor. Com toda certeza – pode não ser – a partir de março, (por) três, quatro meses (…) Isso que está sendo acertado com o Executivo e com o Parlamento também porque temos que ter responsabilidade fiscal.

Auxílio emergencial deve retornar em março, diz Bolsonaro

Na última quinta (11/02), o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que o auxílio emergencial deve retornar ainda em março. A afirmação ocorreu em um evento do governo, realizado no Maranhão. Assim, veja expectativas das novas parcelas.

Os boatos sobre os novos pagamentos já existiam desde o final de 2020, quando o auxílio chegou ao fim. Por isso, a declaração feita por Bolsonaro ganha ainda mais relevância, eis que os reflexos negativos da pandemia sobre a economia ainda são visíveis.

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações