Eduardo Bolsonaro votou a favor do fundão eleitoral; saiba o que é

Fundo Eleitoral destina quase R$ 6 bi para financiar campanhas políticas em 2022

Eduardo Bolsonaro votou a favor do fundão eleitoral; saiba o que é (Foto: Câmara dos Deputados)
0

Na última quinta-feira, foi aprovado na Câmara dos Deputados o aumento de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões para o Fundo Eleitoral de 2022, aumentando em quase três vezes. Apesar de críticas, membros da ala bolsonarista do governo também ajudaram na aprovação. Inclusive, o deputado federal Eduardo Bolsonaro votou a favor do fundão eleitoral. Entenda hoje (17/07) a polêmica.

Filho do presidente Jair Bolsonaro e um dos deputados mais ativos em defesa do governo, Eduardo (PSL-SP) vinha realizando críticas à possibilidade de aprovação do fundo eleitoral com o triplo de recursos em relação ao valor anterior do Fundão.
Eduardo Bolsonaro votou a favor do fundão eleitoral
Entretanto, o deputado federal foi um dos que votaram a favor do relatório da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022. Nesse texto, consta justamente o dispositivo que garante R$ 5,7 bilhões ao fundo eleitoral no próximo ano. Mesmo afirmando anteriormente que era contra esse valor.

Eduardo Bolsonaro votou a favor do fundão eleitoral; saiba o que é Eduardo Bolsonaro votou a favor do fundão eleitoral; saiba o que é (Foto: Câmara dos Deputados)

Em um vídeo publicado, Eduardo afirmou o seguinte:
“A matéria agora vai para a Presidência da República, que pode vetar esse dispositivo. Mas, ainda que esse dispositivo prospere, final do ano o relator do Orçamento poderá acatar, ou não, essa questão”.
A posição do deputado federal é de que votou a favor da LDO, mas contra o Fundão. Porém, o dispositivo que dá bilhões ao fundo eleitoral está justamente dentro da Lei de Orçamento.

Cabe, no entanto, ao presidente da República vetar o trecho que destina quase R$ 6 bi a partidos políticos nas eleições do ano que vem.

Em resposta ao posicionamento de Eduardo Bolsonaro, o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM) afirmou que o deputado deve assumir suas responsabilidades.
“Deputado Eduardo Bolsonaro, assuma as suas responsabilidades pelos seus votos e não tente justificar suas decisões transferindo responsabilidades”.
O que é o Fundão eleitoral e como é dividido?
Em meio à crise econômica e sanitária, em decorrência da pandemia de Covid-19, a aprovação do Fundão Eleitoral para 2022 ganha críticas por se tratar de uma verba a ser repassada entre os partidos justamente para gastos com campanha nas eleições.

Resumindo, trata-se de dinheiro público que será usado por partidos políticos e candidatos a cargos políticos para tentar ganhar votos nas eleições do próximo ano.

A divisão desses recursos é feita pelo Tribunal Superior Eleitoral da seguinte maneira:

2% de forma igual para todos os partidos;
35% para partidos com pelo menos um representante na Câmara, proporcionalmente ao número de votos obtidos em 2018;
48% divididos entre as legendas proporcionalmente ao número de representantes na Câmara; e
15% a serem partilhados entre partidos conforme proporção de senadores eleitos nas últimas eleições.

Conta de energia alta? Você pode estar sendo lesado e nem sabe!
Sua conta de energia vai aumentar. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), já estima aumento nas tarifas, e isso não vai sair barato, sem contar os riscos de racionamento e blecaute. Mas para piorar a situação, saiba que hoje, provavelmente, você já paga mais do que deve na sua conta de energia e nem se dá conta disso, ou seja, a sua fatura mensal de energia elétrica que já é alta, pior, pode estar sendo superfaturada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações