Fui demitido, como sacar o FGTS?

Aprenda como resgatar o Fundo de Garantia após a demissão

Fui demitido, como sacar o FGTS? - Foto: Reprodução/Veja
0

Fui demitido, como sacar o FGTS? Na dispensa sem justa causa e no acordo de dispensa o trabalhador tem direito a resgatar o Fundo de Garantia. Para isso, contudo, deve seguir algumas regras específicas para liberação da verba. Aprenda hoje, 27/07, o que e como fazer.
Fui demitido, como sacar o FGTS?
Em primeiro lugar, é necessário lembrar que quem gerencia o Fundo de Garantia é a Caixa Econômica Federal, a CEF. Dessa forma, ela deve receber a informação quanto ao rompimento do contrato de emprego. Somente assim, afinal, poderá liberar o recurso para saque.

A informação cabe ao empregador. Assim, ele deve, por meio do Conectividade Social, informar à Caixa que houve a demissão do colaborador. Isso, aliás, deve ocorrer dentro do prazo de 05 dias úteis após o rompimento do contrato de trabalho.

Com isso, a CEF gera uma Chave de Identificação e informa à empresa que, então, tem 10 dias úteis para informá-la a você que foi demitido, para sacar o FGTS. Essa chave tem validade de 30 dias úteis. Depois disso, expira e deixa de ser útil. Contudo, basta que o ex-empregador requeira novamente à CEF a expedição de um novo código.

Depois disso, então, é preciso entrar no aplicativo FGTS. Ali, clicar em “Saques” > “Saque rescisão”. Então, informar a chave e outras informações. Assim, escolha a forma de liberação da verba. É possível, por exemplo, sacá-lo presencialmente, na CEF com documento com foto.

Da mesma forma, também é possível requerer a transferência automática do valor para uma conta bancária. Nesses casos o dinheiro do FGTS cai em até 05 dias úteis.

Fui demitido como sacar o FGTS Veja o prazo e as possibilidades de saque do FGTS após dispensa. – Foto: Reprodução/CMP Advogados
Outras formas de sacar o FGTS após ser demitido
Além da transferência automática e do saque com atendimento presencial na CEF, você também pode sacar os valores das seguintes maneiras, a depender do valor:

Até R$ 1.500: caixa eletrônico com a senha do Cartão Cidadão; nas lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui com documento com foto, Cartão do Cidadão e senha dele;
Para valores entre R$ 1.500 e R$ 3.000: caixa eletrônico, com Cartão do Cidadão e senha; Nas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui com documento oficial com foto, Cartão Cidadão e senha;
Saques superiores a R$ 3.000: para sacar o FGTS após ser demitido, nesse caso, deve-se ir ao atendimento presencial na CEF, portando documento com foto.

Lucro do FGTS: Desempregados também têm direito, veja quando irá receber
Os lucros do Fundo de Garantia deverão terão liberação breve. Com isso, o saldo do FGTS dos trabalhadores irá aumentar. Veja, então, quem tem direito e quando será o pagamento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações