MEI: Aposentado pode abrir? Veja impedimentos

Em alguns casos os beneficiários do INSS podem atuar como microempreendedores individuais

MEI: Aposentado pode abrir? Veja impedimentos - Foto: Quero Bolsa
0

Os aposentados recebem mensalmente valores do Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS. Isso não os impede, na maioria dos casos, de exercerem outras atividades econômicas e, então, gerarem renda extra. Mas e quanto ao MEI? Veja hoje, 10/02, quando é possível conciliar a aposentadoria às atividades de microempreendedor.

Existem alguns casos que impedem o aposentado de atuar na condição de microempreendedor individual. Tais impedimentos, aliás, aplicam-se também a alguns outros beneficiários do INSS. Todos são previstos por lei.

Por outro lado, existem diversas situações em que é possível empreender individualmente e, da mesma maneira, manter o valor mensal do INSS. Portanto, isso depende do formato da aposentadoria, uma vez que ela pode ter mais de um tipo de natureza.

MEI Veja em que casos o aposentado pode empreender – Foto: Dráuzio Varella
Aposentado pode ser MEI?
Sim. Contudo, somente é possível conciliar a aposentadoria e o micro empreendimento individual quando o aposentado tiver obtido o benefício por idade ou tempo de contribuição. Ou seja, são excluídos os beneficiários com afastamento por invalidez.

Isso, pois, nesses casos a aposentadoria se deve à impossibilidade de prestação de serviços. A invalidez, nesse caso, relaciona-se com alguma condição física ou psíquica que esteja impedindo o trabalhador de manter atividades laborais.

Por isso, tem-se que o afastamento por invalidez não é compatível com a prestação de serviços remunerados de outra maneira, como é o MEI. A mesma coisa se aplica, então, à obtenção de emprego durante a manutenção da aposentadoria dessa natureza.
Quais são os outros tipos de auxílios do INSS que impedem o beneficiário de ser microempreendedor?
Não são apenas os aposentados por invalidez que têm impedimento de abrir um micro empreendimento individual. Isso também se aplica em relação a quem se encontra afastado das atividades de trabalho por auxílio-doença ou acidentário.

Porém, após o retorno do cidadão às atividades trabalhistas ele fica livre para constituir o empreendimento caso tenha interesse.
MEI: 4 ideias para começar um negócio lucrativo com menos de mil reais
Montar um negócio pode ser uma forma de complementar a renda ou até mesmo uma oportunidade de se ganhar um bom dinheiro explorando ideias lucrativas. E quem acha que para empreender é necessário gastar muito dinheiro, saiba que é possível iniciar um pequeno negócio, como MEI, com pouco investimento e conseguir um bom faturamento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações