Saiba como fazer a portabilidade de salário para o Banco Inter

Receba seus vencimentos sem se preocupar com transferências

Saiba como fazer a portabilidade de salário para o Banco Inter - Foto: Freepik
0

A priori, o Inter possui, entre seus diversos produtos, a portabilidade de salário. Em outras palavras, clientes que possuem conta-salário ou outro tipo de conta em banco tradicional podem solicitar a portabilidade de salário para o Banco Inter. Aprenda hoje (15/02) como fazer isso aqui no Poder Econômico.

Efetuar a portabilidade se torna muito mais prático. Afinal, com a conta digital tudo pode se resolver facilmente pelo aplicativo. Além disso, com esta conta digital, o consumidor não precisará pagar nenhuma tarifa ou anuidade, sendo uma opção mais econômica.

Como solicitar a portabilidade de salário para o Banco Inter?

A priori, para que o cliente possa solicitar a portabilidade de salário para o Banco Interhá todo um processo. É fundamental ter em mãos os dados da empresa na qual se trabalha e da conta-salário ou corrente no banco tradicional.

Receber o salário pela conta do Inter pode ser mais prático para os clientes
Receber o salário pela conta do Inter pode ser mais prático para os clientes – Foto: Blog Inter/Reprodução

Sendo assim, deve-se então seguir à risca o passo a passo abaixo:

  • Acessar sua conta por meio do seu APP ou Internet Banking;
  • Se estiver efetuando a solicitação pelo Internet Banking, é preciso clicar em Serviços. Por outro lado, se estiver fazendo pelo app, a ação que se exige é dar um clique em “portabilidade de salário”;
  • Acrescente o CNPJ e a razão social da empresa na qual se trabalha;
  • Informe o Banco no qual seu salário é creditado atualmente;
  • Efetue a autenticação desta operação usando a senha de 4 dígitos do seu cartão ou por meio do token enviado por SMS/E-MAIL.

Qual o prazo do processo de solicitação e aprovação da portabilidade de salário do Inter?

Ao pedir a portabilidade de salário para o Banco Inter, o app encaminhará em até 5 dias úteis para o banco de origem no qual se recebe o salário atualmente. Ademais, o prazo para que a solicitação passe pelo processamento é de 10 dias úteis a partir do recebimento formal do pedido pelo banco de origem, somando um total de até 15 dias úteis para finalização de todo o processo.

Assim que o processo se encerrar, o usuário será devidamente notificado. É válido lembrar que isso não detém custo algum. Ou seja, não se cobra por esse tipo de serviço, pois ele é gratuito.

MEI tem direito ao PIS Conheça os benefícios para essa categoria

Indubitavelmente, não. MEI não possui direito ao abono salarial do PIS. Entretanto, o microempreendedor individual que tem um CNPJ como atividade secundária, mas possui também um trabalho com registro em carteira, pode sim receber o abono. Confira mais detalhes hoje (12/02) aqui no Poder Econômico.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações