Veja como consultar PIS/PASEP e saiba se tem direito ao Abono Salarial em 2021

É trabalhador com carteira assinada ou servidor público? Entenda mais sobre o Abono Salarial

Veja como consultar PIS/PASEP 2021 e saiba se tem direito ao Abono Salarial (Foto: Freepik.com)
0

Caixa e Banco do Brasil são responsáveis pelo repasse do Abono Salarial, respectivamente para trabalhadores com carteira assinada e servidores públicos que fazem parte do público-alvo do benefício. Após o fim do calendário de 2020, a busca agora é sobre como consultar o PIS/PASEP 2021 para saber se quem tem direito. Veja como fazer hoje (13/01).

A Caixa Econômica Federal atua como agente operador do pagamento do benefício que é conhecido como PIS, voltado para quem atua na iniciativa privada com carteira assinada. Enquanto o Banco do Brasil é o responsável por pagar o PASEP, para quem é do setor público.

Nos dois casos, as instituições financeiras recebem recursos que saem do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que é gerido pelo Ministério da Economia.

Veja como consultar PIS/PASEP 2021 e saiba se tem direito ao Abono Salarial Veja como consultar PIS/PASEP 2021 e saiba se tem direito ao Abono Salarial (Foto: rawpixel.com)

Anualmente, trabalhadores com carteira assinada e servidores públicos que fazem parte do grupo de beneficiários têm direito a até um salário mínimo extra.

Mas, como saber se tenho ou não direito a receber o benefício de Abono Salarial em 2021? Esta é a dúvida que já está no ar após o fim do pagamento do calendário iniciado em 2020 e que teve como referência o ano de 2019.
Veja agora como consultar PIS e PASEP 2021 nos bancos responsáveis pelo pagamento
No caso do PIS, os trabalhadores de carteira assinada têm duas opções para fazer a consulta pela Caixa:
Site da Caixa Economica Federal:

Neste caso, é necessário acessar o menu “benefícios e programas” e depois “Abono Salarial”;
A partir daí, basta consultar o pagamento informando o seu número do PIS/NIS e senha.

Aplicativo Caixa Trabalhador

O app desenvolvido pelo banco federal agrega todas as informações necessárias sobre o Abono Salarial da iniciativa privada, inclusive confirmando se o trabalhador faz parte dos requisitos.

Já no caso do PASEP, a consulta pode ser feita de uma única forma pelo BB:
Site do Banco do Brasil

No site oficial do Banco do Brasil, acesse o menu “pagamento de ordens bancárias, salários e benefícios” e depois acesse a opção “PASEP”;
Nesta página voltada exclusivamente para o Abono, há uma opção chamada “Consulte seu PASEP”;
Nela, basta informar o seu número de inscrição e consultar seu status no benefício.

Saiba quais são os requisitos para receber o Abono Salarial em 2021
Como destacado acima, o calendário que foi finalizado neste último dia 11 de fevereiro teve como base o ano de 2019 para repassar o benefício a quem teve direito.

Já o calendário que será iniciado nos próximos meses de 2021 terá o ano de 2020 como referência. Sendo assim, também é possível verificar se faz parte do público alvo sem nem mesmo precisar consultar os sites listados acima.

Basta ter certeza de que cumpriu, em 2020, os requisitos abaixo:

Ter recebido no máximo dois salários mínimos em média ao longo de todo o período em que trabalhou;
Estar cadastrado no PIS ou no PASEP há no mínimo cinco anos;
Ter exercido atividade remunerada para empresa privada (PIS) ou para órgão público (PASEP) por pelo menos 30 dias consecutivos ou não em 2020; e
Ter dados corretamente informados na RAIS/eSocial pelo empregador.

MEI tem direito ao PIS? Conheça os benefícios para essa categoria
Indubitavelmente, não. MEI não possui direito ao abono salarial do PIS. Entretanto, o microempreendedor individual que tem um CNPJ como atividade secundária, mas possui também um trabalho com registro em carteira, pode sim receber o abono. Confira mais detalhes hoje (12/02) aqui no Poder Econômico.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informações