Anúncio

Aprenda agora 5 dicas para fazer o arroz perfeito: confira estratégias para nunca mais errar

Veja como é simples acertar a receita

Anúncio


O arroz é um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros. Presente nas nossas mesas, o cereal é rico em diversos nutrientes importantes para o organismo. Além disso, ele concede energia, pois é uma fonte riquíssima de carboidratos. No entanto, o preparo pode ser uma verdadeira incógnita, não é mesmo? Há dias que ele fica soltinho e outros dias mole, quase como um mingau. Tendo isso em vista, para te ajudar a acertar o ponto, o Blog Receitas Fáceis do Folha Go preparou esse artigo incrível nessa segunda-feira (12/07) com 5 dicas para fazer o arroz perfeito; confira já.

Continua depois da publicidade

Assim sendo, veja essas estratégias super fáceis e úteis para te auxiliar no preparo desse alimento indispensável. Aproveite e compartilhe!

5 dicas para fazer o arroz perfeito: confira estratégias para nunca mais errar
5 dicas para fazer o arroz perfeito: confira estratégias para nunca mais errar – Imagem: Divulgação freepik

Confira também: 5 dicas para não errar o ponto do caramelo: prepare a receita sem sofrimentos; veja como

5 dicas para fazer o arroz perfeito

Para você, o que é o arroz perfeito? Para nós, é aquele arroz saboroso, soltinho e com gosto de quero mais! Mas se nem sempre você consegue obter essas três características, não se preocupe, pois a prática é sinônimo de perfeição.

Além disso, com essas 5 dicas todo o processo vai se tornar muito mais simples e resultar no arroz perfeito.

1. Escolha o arroz ideal

Gosto é gosto. Tudo bem preferir um arroz mais encorpado e empapado, mas se você quer apostar no arroz soltinho, o tipo ideal é o agulhinha. Ademais, aposte no parboilizado, pois o branco contém muito amido.

Continua depois da publicidade

2. Pode ou não lavar o arroz?

Depende. O tipo parboilizado não precisa ser lavado. Já o branco, precisa passar por diversas águas para que todo o amido seja retirado; ou seja, na última lavagem, a água deve sair transparente, ok?

Continua depois da publicidade

3. Sele os grãos com azeite ou óleo

O sucesso desse procedimento depende da etapa anterior. Por essa razão, o tipo parboilizado é o mais ideal.

Ao refogar o arroz no óleo ou azeite, os grãos são selados e isso acelera o cozimento, além de evitar que eles grudem. Então, o arroz não pode estar molhado, uma vez que a água impede a selagem.

A medida do azeite ou óleo depende da quantidade de arroz, mas para cada xícara de arroz, utilize duas colheres de sopa da gordura. Deixe ela esquentar e coloque o arroz, mexa bem até o arroz ser envolvido por completo no óleo ou azeite. Acrescente o sal, ajuste o sabor e coloque água (que já deve estar quente) suficiente para o cozimento.

4. Regule o fogo

Comece refogando os grãos com azeite ou óleo utilizando o fogo alto. Quando a água estiver fervendo, não mexa a panela.

A hora ideal de baixar o fogo é quando não houver mais água visível. Nesse momento também deixe a panela parcialmente fechada. Quando a água estiver fervendo, deixe a panela descoberta para a panela não derramar.

5. Termine o cozimento no vapor

Quando a água estiver no mínimo (afaste os grãos cuidadosamente para verificar), apague o fogo e tampe a panela completamente. deixe fechada por cerca de 15 minutos para o cozimento ser finalizado com o vapor.

Confira ainda: 5 dicas para uma omelete perfeita: saiba como preparar receita ideal

Dicas matadoras para o bolo perfeito!!!

Janaína Barros entrevista a confeiteira gourmet Fabíola Melo. Ela dá dicas muito especiais para quem quer fazer um bolo muito especial.

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceito Ler mais