Alvaro Dias: ‘decisão do STF sobre Lula beneficia o colarinho branco’

Senador reafirma necessidade do fim do foro privilegiado

Nas últimas semanas, o Superior Tribunal Federal – STF – realizou julgamentos que definiram o juiz Sergio Moro como ‘parcial’ durante o trabalho feito na Lava Jato e anulou condenações contra o ex-presidente Lula. Alvaro Dias criticou duramente as decisões, afirmando que elas beneficiando o colarinho branco. Veja hoje (24/04).

O chamado crime de colarinho branco refere-se à ação não-violenta e que é motivada única e exclusivamente por fatores financeiros, sendo cometidos geralmente por profissionais de negócios ou políticos.

-- Continuar depois da publicidade --

Para o senador Alvaro Dias, líder do Partido Podemos na bancada do Senado Federal, a decisão do STF de anular condenações do ex-presidente Lula (PT) é um cavalo de pau judicial para beneficiar quem tem foro privilegiado e sustenta o colarinho branco.

Alvaro Dias: ‘decisão do STF sobre Lula beneficia o colarinho branco’
Alvaro Dias: ‘decisão do STF sobre Lula beneficia o colarinho branco’ (Foto: Ag. Senado)

Alvaro Dias critica decisões do STF sobre Lula

-- Continuar depois da publicidade --

Em um vídeo publicado pelo perfil oficial do Podemos no Twitter, Alvaro Dias lamenta novamente o fato de o foro privilegiado manter impunes milhares de brasileiros que estariam beneficiados decisões como a do Supremo sobre Lula.

“Mais de 55 mil brasileiros, autoridades, são brasileiros privilegiados, com guarda-chuva protetor e com decisões que acaba, infelizmente, como essa relativa ao ex-presidente (Lula), acabam nos convencendo que vale a pena o crime. Como se entende uma decisão que depois de tanto tempo é alterada? Alterar uma sentença depois de vários anos, para beneficiar alguém de colarinho branco, privilegiado? Isso não passa a ideia de que o crime compensa? Compensa para os privilegiados do colarinho branco, porque certamente aquele que não tem dinheiro para contratar um grande advogado não terá nenhuma possibilidade de reversão de expectativa ou de cavalo de pau em uma decisão judicial”.

O senador pelo estado do Paraná é o autor da PEC 10/2013, que está na gaveta da Câmara dos Deputados desde 2017. A proposta acaba com o foro privilegiado no Brasil e já passou no Senado, restando aprovação dos deputados federais e sanção presidencial.

Casa financiada pela Caixa: como conseguir pelo Minha Casa Minha Vida

Financiar casa pela Caixa Econômica Federal está bem acessível. Basta ficar atento aos requisitos de renda que são impostos através das regras vigentes do programa Minha Casa Minha Vida, futuro “Casa Verde Amarela”, por meio do governo federal. São oferecidas milhares de moradias para quem é considerado como de baixa renda. Saiba hoje como conseguir.

 

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...