Marcelo Freixo afirma que os protocolos sobre uso de oxigênio e sedativos só foi elaborado agora

Parlamentar tece duras críticas quanto à atuação do Ministério da Saúde

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) afirmou, em tom de crítica, que apenas agora o Ministério da Saúde elaborou os protocolos sobre uso de oxigênio e sedativos para o atendimento de pacientes com Covid-19 no país. Saiba mais hoje (25/04) aqui no Folha Go.

Não obstante, o parlamentar salienta que essa medida ocorreu com um atraso gigantesco. De fato, criou-se os tais protocolos quatro meses depois das mortes por asfixia em Manaus e de pacientes serem intubados acordados e amarrados, conforme declara Freixo. Ele diz que essa demora é uma demonstração da incompetência do ministério.

-- Continuar depois da publicidade --

Os protocolos sobre uso de oxigênio e sedativos

Inopinadamente, o Ministério da Saúde recebeu, no decorrer da semana anterior, os protocolos sobre uso de oxigênio e sedativos em pacientes com Covid-19. Aliás, quem desenvolveu de fato tais medidas foi uma equipe que está sob o comando do médico Carlos Roberto de Carvalho. Ele é professor da Universidade de São Paulo.

protocolos sobre uso de oxigênio e sedativos
Marcelo Freixo afirma que os protocolos sobre uso de oxigênio e sedativos só foi elaborado agora. Fonte da imagem: Pixabay

-- Continuar depois da publicidade --

A propósito, os protocolos que foram entregues ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, versam a respeito da utilização de oxigênio e o uso de drogas de cunho sedativo, anestésicos e relaxantes musculares.

Ademais, é importante destacar que esses itens integram uma parcela do problema vigente de tratamento da Covid-19 aqui no país, sobretudo decorrente da carência destes equipamentos.

Além disso, a implementação de tais protocolos, que são 6 no total, é a de propiciar diretrizes para o tratamento do novo coronavírus no Brasil. Por conseguinte, isso irá auxiliar na probabilidade de cura ao tratar os pacientes que contraíram a Covid-19.

Detalhes sobre os protocolos

A priori, os protocolos sobre uso de oxigênio e sedativos falam a respeito da falta do equipamento aqui no país. Não só isso, mas também como existe a chance se de efetuar uma utilização mais racional do item.

Além disso, esses protocolos ajudam da resolução de problemas que tem relação com aparelhos que estão com uma regulação ruim ou que envolvem vazamentos. Define-se igualmente parâmetros para que se realize a oxigenação de pacientes de modo seguro, porém sem excessos.

 

 

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...