Parlamentares criticam veto de Bolsonaro para ‘vacina 100% brasileira’

Palácio do Planalto veta R$ 200 milhões para produção de vacina do próprio governo federal

-- Continuar depois da publicidade --

Após anunciar a produção de uma vacina que seria 100% brasileira, o presidente Jair Bolsonaro anunciou um veto R$ 200 milhões que seriam utilizados pelo ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação durante o trabalho de pesquisas e desenvolvimento do imunizante. O corte foi criticado por parlamentares neste domingo (25/04).

Em março, Bolsonaro fez uma de suas lives semanais e, ao lado do ministro da Ciência, Marcos Pontes, afirmou que esta vacina seria 100% brasileira e não “a Mandrake de São Paulo”, referindo-se à produção da Butanvac, imunizante produzido pelo governo de São Paulo.

-- Continuar depois da publicidade --

Pouco mais de um mês depois, a vacina sofre um duro golpe ao ter uma grande parte de seus recursos disponibilizados para sua produção vetados pelo próprio Palácio do Planalto.

Baleia Rossi
Baleia Rossi  (MDB-SP) foi um dos que criticaram (Foto: Câmara dos Deputados)

Parlamentares criticam feito pelo presidente para a vacina brasileira do próprio governo

Em sua conta oficial no Twitter, o presidente nacional do MDB e candidato derrotado à presidência da Câmara no início do ano, Baleia Rossi (SP), classificou o veto como um absurdo.

-- Continuar depois da publicidade --

“ABSURDO. Não há outra palavra para esse erro do atual governo. Vamos fazer todo esforço possível para derrubar esse veto”, escreveu Rossi.

Já Kim Kataguiri, deputado federal (DEM-SP), afirmou tratar-se de uma ironia do próprio governo.

“Lembram aquele dia que o Doria anunciou a Butanvac e o Bolsonaro correu pra anunciar a dele também? Pois é, parece que mesmo com esse esforço todo o presidente ainda tirou praticamente o financiamento inteiro da vacina 100% brasileira dele. Faz sentido?”.

Casa financiada pela Caixa: como conseguir pelo Minha Casa Minha Vida

Financiar casa pela Caixa Econômica Federal está bem acessível. Basta ficar atento aos requisitos de renda que são impostos através das regras vigentes do programa Minha Casa Minha Vida, futuro “Casa Verde Amarela”, por meio do governo federal. São oferecidas milhares de moradias para quem é considerado como de baixa renda. Saiba hoje como conseguir.

-- Continuar depois da publicidade --

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Comments
Loading...