Looks like you have blocked notifications!

Polícia Militar desmonta esquema de tráfico de drogas no Capuava

Homem admitiu que usava distribuidora de bebidas como fachada para a prática do crime

-- Continuar depois da publicidade --

Na madrugada desse sábado (23), a Polícia Militar de Goiás desmontou um esquema de tráfico de drogas. A ação se deu no Capuava, bairro da Região Oeste de Goiânia. Essa operação culminou com a prisão de um homem não identificado. Ele não ofereceu resistência e admitiu a prática do crime. Além disso, confessou que usava seu estabelecimento comercial para o ilícito.

O local onde foi feita a apreensão é uma distribuidora de bebidas, ou seja, um estabelecimento comercial regularizado. Entretanto, estava ocorrendo um desvio de finalidade na utilização do espaço. Além de vender bebidas e cigarros, o proprietário também vendia entorpecentes.

-- Continuar depois da publicidade --

Desse modo, muitos populares fizeram as denúncias, os quais estavam desconfiados de que ali estivesse ocorrendo o tráfico de drogas. Sendo assim, a Polícia Militar confirmou as suspeitas.

Confira: Pires do Rio – GO: após furar fila da vacina da COVID-19, secretário de saúde é afastado do cargo.

A abordagem na distribuidora de bebidas onde ocorria o tráfico de drogas

A Polícia Militar de Goiás chegou ao local na madrugada e o suspeito não teve reação, por isso ele não teve outra alternativa e precisou colaborar com a atividade dos policiais que o abordaram. Antes de tudo, os policiais informaram sobre as diversas denúncias de tráfico de drogas e, diante disso, o homem confirmou a atividade. Logo depois, permitiu que o grupamento entrasse na distribuidora de bebidas.

De antemão, os policiais conferiram as mercadorias que estavam sendo vendidas. E, sem nenhuma surpresa, encontraram 49 porções de cocaína embaladas para venda. Essas drogas estavam com o homem e, também, no interior do estabelecimento. Além disso, localizaram na distribuidora de bebidas os seguintes itens:

  • Uma balança de precisão;
  • Um aparelho celular utilizado para o crime;
  • R$425,00 em espécie.

-- Continuar depois da publicidade --

Diante de tal situação, os policiais deram voz de prisão ao homem. Eles apreenderam todo o material encontrado e fecharam a distribuidora de bebidas. Em seguida, o conduziram à Central de Flagrantes, a qual fica localizada na Cidade Jardim, também em Goiânia. O homem foi autuado pelo crime de tráfico de drogas logo depois.

Você pode gostar: Anitta dá patada em youtuber após ser chamada de “péssima cantora”.

A distribuidora de bebidas funcionava de fachada

De acordo com a Polícia Militar de Goiás, o homem foi claro ao confessar os crimes. Segundo os agentes da lei, ele afirmou que a distribuidora de bebidas era de fachada, ou seja, seu negócio era, na realidade, o tráfico de drogas.

Em outras palavras, sua atividade principal era a venda de entorpecentes, isto é, as demais mercadorias eram secundárias para a sua atividade econômica. O que se compreende da situação é que, possivelmente, o comércio já foi aberto com essa finalidade ou ao menos se desvirtuou de seu objeto no decorrer do tempo.

Sendo assim, ao que parece, o tráfico de drogas era a atividade mais lucrativa do estabelecimento, um problema real que foi combatido da maneira certa. Vale mencionar que em Goiás essa modalidade de crime tem se tornado muito comum, principalmente em distribuidoras de bebidas.

Sem dúvidas, há comerciantes que trabalham dentro da lei. Contudo, muitos têm se aproveitado do estabelecimento para operar o tráfico de drogas. Nesse caso, o esquema foi descoberto e desmontado por mais um belo serviço prestado pela Polícia Militar de Goiás.

Leia também: Celular pode ser fonte de renda para quem busca empreendedorismo.

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...