Tabata Amaral afirma que vacinação em massa é a única solução para a pandemia

Parlamentar critica atitudes do governo federal em relação ao processo

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) afirmou em seu Twitter que a vacinação em massa é a única solução possível para a pandemia. Não obstante, ela diz que ainda que o país seja muito experiente quando o assunto é imunização, a vacinação contra a Covid-19 está caminhando devagar aqui no Brasil. Saiba mais hoje (25/04) aqui no Folha Go.

Segundo ela declara no tweet em questão, essa lentidão no processo de imunização ocorre porque o governo federal “atrapalha o processo”. Não só isso, mas ela diz que o governo segue “boicotando até os esforços do Ministro da Saúde”.

-- Continuar depois da publicidade --

A vacinação em massa contra o coronavírus no Brasil

A priori, a motivação para a declaração da deputada sobre a lentidão na vacinação em massa contra a Covid-19 foi uma notícia a respeito de um veto presidencial. Com efeito, segundo a mídia noticiou, o presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou 200 milhões que se destinariam para o desenvolvimento de uma nova vacina contra a Covid-19.

vacinação em massa
Tabata Amaral afirma que vacinação em massa é a única solução para a pandemia. Fonte da imagem: Pixabay

-- Continuar depois da publicidade --

Sem sombra de dúvidas, a medida suscitou diversas críticas. Aliás, o próprio ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, chamou tal corte no orçamento de “estrago”. Não só isso, mas também ele afirmou que não existe a possibilidade de se “ligar e desligar pesquisas”.

Em uma live que realizou nas redes sociais, o ministro disse o seguinte:

“Ontem foi um dia muito movimentado em Brasília, com divulgação do orçamento 2021 com grande atraso, já estamos em abril. Estamos tanto trabalhando pro orçamento do ano que vem, quanto vendo o que vamos fazer com o orçamento deste ano, com o estrago, vamos chamar assim. Realmente foi muito comprimido esse orçamento”.

O orçamento e o impacto do veto

Inegavelmente, o veto presidencial prejudica de forma enorme a vacinação em massa no país. Isso porque o desenvolvimento de uma nova vacina totalmente brasileira ampliaria a capacidade do processo de vacinação, reduziria os custos e aceleraria a imunização da população.

Ao todo, o Ministério da Ciência e Tecnologia contou com um volume grandes de verbas que sofreram bloqueios e vetos. Ademais, as verbas que sofreram bloqueio terão sua liberação ao longo do ano, caso haja espaço suficiente no teto de gastos e tenha arrecadação.

 

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...