Looks like you have blocked notifications!

Tabata Amaral condena orçamento proposto para submarinos nucleares e aeronaves

Ela ressalta ainda a importância de priorizar a educação

-- Continuar depois da publicidade --

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) rechaçou veementemente em seu Twitter o orçamento proposto para a aquisição de submarinos nucleares e aeronaves de caça. Aliás, o orçamento é de R$8,32 bilhões. Saiba mais hoje (19/04) aqui no Folha Go.

Na verdade, a crítica da parlamenta é que enquanto houve a tal proposta de orçamento para compra de navios e aeronaves, o governo vetou integralmente um projeto de conectividade para milhões de alunos que custa metade desse valor. Segundo afirma a deputada, a educação deveria ser a maior prioridade.

-- Continuar depois da publicidade --

O orçamento proposto para a compra de submarinos nucleares e aeronaves de caça

Inopinadamente, é necessário destacar que o orçamento proposto não se destina apenas a aquisição de submarinos nucleares e aeronaves de caça. Com efeito, a lista de projetos que o projeto engloba é grande. De fato, ela inclui não só os itens que já se citou anteriormente, mas também veículos blindados e desenvolvimento de cargueiro.

Surpreendentemente, o orçamento de investimentos das Forças Armadas foi o único que teve um aumento. A propósito, ele foi de 8,17 bilhões para 8,37 bilhões, de um total de 37,6 bilhões que estão previstos no parecer. Por outro lado, outros ministérios sofreram diversos e drásticos cortes.

orçamento proposto
Tabata Amaral condena orçamento proposto para submarinos nucleares e aeronaves. Fonte da imagem: Pixabay

-- Continuar depois da publicidade --

Ademais, contemplou-se apenas os militares com um reajuste nos vencimentos, o que deve abocanhar R$7,1 bilhões dos cofres públicos. Contudo, o resto do funcionalismo público sofre com o congelamento dos salários até dezembro.

O veto ao projeto de conectividade

Inadvertidamente, a deputada Tabata Amaral ressaltou a discrepância de posicionamento em relação ao orçamento proposto para a Defesa e o veto ao projeto de conectividade para a educação.

Não obstante, o presidente Jair Bolsonaro havia vetado integralmente um projeto de lei que havia recebido aprovação no Congresso Nacional. A propósito, ele visava garantir acesso à Internet a alunos e professores da rede pública de ensino, em virtude da pandemia.

O uso do dinheiro do projeto seria para a contratação de pacotes de dados de celular para os beneficiários. Cerca de 24 parlamentares apresentaram a proposta e Tabata Amaral é a sua respectiva relatora.

Entretanto, conforme a parlamentar apontou anteriormente em seu Twitter, eles pretendem fazer uma votação essa semana para derrubar o veto presidencial ao PL 3477.

 

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...