Anúncio

4 coisas que se deve saber antes de investir em criptomoedas

Moedas digitais demandam cautela

Anúncio


Sem sombra de dúvida, investir em criptomoedas é semelhante a trocar seu dinheiro em um novo país. Com efeito, Bitcoin, Litecoin e Ether são alguns exemplos de “moedas estrangeiras” que funcionam em um contexto muito específico dentro de certas comunidades online. Saiba mais hoje (03/03) aqui na coluna Finanças do Folha Go.

Continua depois da publicidade

Não obstante, a troca de qualquer tipo de moeda baseia-se na confiança compartilhada. De fato, valoriza-se dólares e euros porque se sabe que se pode comprar bens ou serviços com eles. Agora, a questão é se é possível confiar em criptomoedas e se vale a pena entrar nesse mundo de moedas digitais.

O que se deve saber antes de investir em criptomoedas?

Antes de mais nada, de se investir em criptomoedas, deve-se saber que elas são trocadas de pessoa para pessoa na web sem um intermediário, como um banco ou governo. É como o oeste selvagem do mundo digital. Não há marechal para cumprir a lei.

Continua depois da publicidade

Desse modo, as criptomoedas valem tudo o que as pessoas estão dispostas a pagar ou trocar por elas.

Continua depois da publicidade
investir em criptomoedas informação
4 coisas que se deve saber antes de investir em criptomoedas. Fonte da imagem: Freepik

Além disso, as criptomoedas operam com o que é chamado de tecnologia blockchain. Um blockchain é como um recibo muito longo que continua crescendo a cada troca. Primordialmente, é um registro público de todas as transações que já aconteceram em uma determinada criptomoeda.

1. As criptomoedas são voláteis

Inegavelmente, o valor das criptomoedas passa por altos e baixos extremos. Em 2017, o valor do Bitcoin oscilou entre $ 900 e $ 20.000! 2 Alguém espirra e o preço cai! Investir em criptomoeda é arriscado, para dizer o mínimo.

Claro, todo investimento traz um certo grau de risco. Mas você deve sempre evitar riscos desnecessários, especialmente quando se trata de seu dinheiro suado. Não jogue pôquer com seu futuro financeiro.

2. Existem muitas incógnitas

Ainda há muito que precisa se resolver com o funcionamento das criptomoedas. Pense nisso: ninguém sabe quem é o fundador do Bitcoin! Relativamente falando, apenas uma pequena porcentagem de pessoas no mundo entende o sistema e sabe como operá-lo. A ignorância o torna vulnerável.

Sempre aconselho as pessoas que, se você não pode explicar seus investimentos a uma criança de 10 anos, não tem por que investir neles para começar. Você está se preparando para fazer algo estúpido.

3. As criptomoedas podem ser usadas para atividades fraudulentas

Pessoas que desejam permanecer anônimas e evitar a regulamentação de bancos ou do governo usarão criptomoedas para fazer negócios duvidosos no mercado negro. A lavagem de dinheiro também é um problema no mundo criptográfico.

Agora me escute: não estou dizendo que todo mundo que usa criptomoeda é uma pessoa má. Mas estou dizendo que se alguém quiser cometer atividades criminosas e evitar ser rastreado, o mundo criptográfico é o lugar ideal para eles.

4. Investir em criptomoedas: elas têm uma taxa de retorno não comprovada

Negociar em criptomoedas é como jogar. Por haver trocas ponto a ponto sem qualquer vínculo com os padrões regulatórios, não há um padrão para a ascensão e queda de seu valor.

Você não pode prever mudanças ou calcular retornos como faria com fundos mútuos de ações de crescimento. Simplesmente não há dados ou credibilidade suficientes para criar um plano de investimento de longo prazo baseado em criptomoeda.

Conheça as melhores empresas para comprar Bitcoin com cartão de crédito

As criptomoedas certamente são as opções para investimento que estão no auge. Contudo, muitas dúvidas permeiam as maneiras de adquiri-las. Por exemplo, quais seriam as melhores formas de comprar Bitcoin com cartão de crédito?

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies