Com Black Friday e Natal, haverá auxílio emergencial de R$ 600? Veja

Com eventos do comércio às portas e valor de R$ 300 no auxílio, beneficiários se perguntam sobre possibilidade de aumento do recurso

A semana mais aguardada de novembro pelos consumidores brasileiros chegou, com a Black Friday acontecendo oficialmente nesta sexta-feira (27). Em dezembro, o feriado de Natal agitará novamente o comércio brasileiro. Desse modo, surge a questão: haverá auxílio emergencial de R$ 600 nesse período? É o que vamos falar nesta quinta-feira (26/11).

Na véspera do dia oficial da Black Friday, consumidores brasileiros estão se preparado para tentar encontrar ofertas verdadeiras com os grandes descontos prometidos pelas lojas varejistas.

Com Black Friday e Natal, haverá auxílio emergencial de R$ 600? Veja
Com Black Friday e Natal, haverá auxílio emergencial de R$ 600? Veja (Foto: Freepik.com)

Em muitos casos, o dinheiro do auxílio emergencial já está reservado para ir às lojas para fazer compras necessárias.

Mas, além da Black Friday, o feriado de Natal vai chegar há menos de um mês e o valor atual de R$ 300 do auxílio emergencial é visto como insuficiente pelos cidadãos que desejam utilizá-lo nas compras de fim de ano.

Será que vai haver aumento nos últimos meses do programa de apoio às famílias durante a pandemia de coronavírus? Saiba tudo aqui.

Leia mais: Cuponomia Promete Muitos Descontos E A Devolução De Parte Do Dinheiro Gasto; Confira

Haverá auxílio emergencial de R$ 600 na Black Friday e no Natal?

Até este dia 27 de novembro não existe nenhum indício de que o valor do auxílio emergencial seja aumentado durante os últimos meses de 2020.

Isso porque a Medida Provisória 1.000/2020, editada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em setembro, continua sem ser votada no Congresso Nacional.

E foi justamente o texto desta MP que definiu o novo valor do benefício para R$ 300 nas quatro últimas parcelas ou no que é chamado de auxílio residual.

Portanto, não haverá aumento no valor nestes últimos meses. Mas existem alguns casos de beneficiários que vão receber sim R$ 600 ou até mais, por cota, entre novembro e dezembro.

Leia também: Senha do Bolsa Família bloqueada para saque? Entenda como resolver

Situação da MP que reduziu o valor do auxílio para R$ 300

Toda Medida Provisória tem validade máxima de 60 dias e pode ser ampliada por mais dois meses se assim for o desejo da presidência da República.

No caso da MP 1000/2020, que reduziu em 50% o valor do auxílio emergencial, ela já está no período de prorrogação por mais 60 dias desde o dia 03 de novembro.

Ou seja, é tempo suficiente para finalizar o pagamento de todos os beneficiários, antes que o prazo da Medida Provisória seja expirado e o valor precise voltar a ser de R$ 600.

Enquanto isso, parlamentares opositores cobram a inclusão da pauta na Ordem do Dia na Câmara dos Deputados. Mas, até este momento, não há nenhuma perspectiva de que isso irá acontecer.

Quem atualmente recebe R$ 600?

Ainda recebem R$ 600 aqueles beneficiários que foram aprovados por último e que, portanto, continuam recebendo o mesmo valor das primeiras cinco parcelas.

Sendo assim, quem ainda estiver no calendário de primeira à quinta parcela segue recebendo o mesmo valor nos meses de final de ano, marcados por alta movimentação no comércio.

E quanto às mães solteiras beneficiárias do auxílio emergencial?

Também recebem R$ 600 as mães solteiras que já estão no período de auxílio residual.

Nesse caso, este grupo de beneficiárias recebe duas cotas de R$ 300 a cada parcela, assim como manda a Lei 13.982/2020 e foi mantido pela Medida Provisória 1.000/2020.

Sobre aquelas mães solteiras que ainda estão no período de primeira à quinta parcela, atualmente estão recebendo o valor de R$ 1.200 por parcela, que corresponde a duas cotas de R$ 600.

Leia ainda: Conheça Benefícios E Como Sacar Dinheiro Do PagBank No Caixa Eletrônico

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies