Looks like you have blocked notifications!

Como encaminhar o Seguro-desemprego pela internet? Confira

Procedimento está sendo feito de forma 100% digital

-- Continuar depois da publicidade --

Durante o período de pandemia, não é possível solicitar o benefício pago aos trabalhadores recém dispensados por meio dos postos de atendimento, pois eles estão com os serviços temporariamente suspensos. Desse modo, como encaminhar o Seguro-desemprego pela internet? Saiba mais nesta segunda (01/03).

As formas são simples e intuitivas. Além disso, o interessado precisa estar com o celular ou um computador e ter acesso à internet.

-- Continuar depois da publicidade --

Contudo, deve também ter em mãos o número do requerimento do seguro. Caso contrário, não poderá dar entrada no benefício.

Como encaminhar o Seguro-desemprego pela internet? Confira
Como encaminhar o Seguro-desemprego pela internet? Confira – Imagem: Divulgação G1

Como encaminhar o Seguro-desemprego pela internet

Pago aos trabalhadores formais dispensados sem justa causa, o Seguro-desemprego está sendo solicitado de forma digital, devido à pandemia pela Covid-19.

Desse modo, como encaminhar o Seguro-desemprego pela internet? É possível dar entrada no benefício tanto pelo site Emprega Brasil e pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Em ambas as opções são solicitados os dados pessoais do trabalhador, bem como informações sobre a vida profissional do potencial beneficiário.

Solicitar Seguro-desemprego pelo site

O interessado deve acessar o Portal Emprega Brasil e selecionar a opção “Cadastrar” no lado esquerdo da tela (caso esteja usando um computador).

-- Continuar depois da publicidade --

Após esse procedimento, será necessário entrar no sistema com um login. Caso o trabalhador já tenha, basta preencher os campos requisitados. Mas caso contrário, deverá criar uma senha.

Solicitar o seguro pelo aplicativo

Outra forma de solicitar seguro-desemprego on-line é pelo aplicativo; veja o passo a passo:

  • Baixe o aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” disponível para os sistemas Android e iOS;
  • Faça o cadastro no site do governo (gov.br) para fazer login e senha. Caso já possua, não é necessário criar outro;
  • Clique em “Benefícios” (a tela mostrará as últimas anotações da Carteira de Trabalho. Clicando nessa opção, você será direcionado ao seguro);
  • Em seguida, clique na opção “Solicitar” disponível na aba do seguro;
  • Digite o número do requerimento de seguro-desemprego;
  • Caso todas as informações estejam corretas, clique em “Avançar” no final da tela;
  • Serão apresentadas, depois disso, informações sobre contrato de trabalho, cargo, meses trabalhados, datas de admissão e dispensa, motivo da demissão e a média salarial. Tais informações precisam ser confirmadas. Desse modo, caso estejam corretas, clique em “Confirmar”.

Em ambos os casos, o número de requerimento é fundamental. O número do requerimento do seguro-desemprego é um conjunto numérico formado por 10 dígitos que o profissional recebe ao ser dispensado.

Desse modo, após a demissão sem justa causa, o trabalhador deve receber um formulário que contém o número do requerimento do seguro-desemprego. A numeração pode ser facilmente localizada no alto do formulário.

MEI vai receber auxílio emergencial em 2021?

Com a expectativa pela confirmação do retorno do benefício pago durante o ano de 2020 às famílias de baixa renda, trabalhadores informais, desempregados buscam informações sobre quem tem direito. Da mesma forma, quem é MEI quer saber se vai receber o auxílio emergencial em 2021. Explicaremos o assunto hoje.

O auxílio emergencial pago durante nove meses de 2020 teve como público-alvo os brasileiros considerados como de baixa renda, que vivem em casas com família sem renda fixa. Desta forma, o benefício serviu para auxiliar esta parte da população no dia-a-dia enquanto durasse o período de calamidade pública.

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...