Entenda o estorno do FGTS que começou nesta segunda (30) e o que pode fazer o trabalhador

O trabalhador não perde o direito ao valor, que fica retido na conta especial

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço possui movimentação limitada às situações previstas em lei. Em 2020 foi criada a possibilidade de saque emergencial e, para quem não fez o saque da modalidade até segunda(30), houve o estorno do FGTS. Assim, veja hoje, 01 de dezembro, como ele ocorre e como acompanhar.

Continua depois da publicidade

O estorno nada mais é do que o retorno dos valores liberados pela Caixa Econômica Federal (CEF), gerenciadora da parcela, às contas vinculadas ao FGTS. Dessa maneira, o trabalhador não perde o direito ao valor, que fica retido na conta especial.

Também veja: Empréstimo Com Garantia De Celular: Entenda Como Funciona E Onde Pedir

Continua depois da publicidade

 

Entenda o estorno do FGTS que começou nesta segunda (30) e o que pode fazer o trabalhador – folha-UOL

Estorno do FGTS emergencial: Entenda

O estorno do Fundo de Garantia tem início hoje, 01 de dezembro, e pode levar até 07 dias corridos. Ele decorre da não movimentação dos valores liberados aos trabalhadores por meio do aplicativo Caixa Tem.

Continua depois da publicidade

A criação do saque emergencial ocorreu nesse ano para amenizar os danos econômicos que se originaram da pandemia de Covid-19. Dessa forma, todos os brasileiros com saldo de FGTS poderiam sacar até R$ 1.045.

Aliás, esse saque sequer exigia requerimento, tendo transferência automática e compulsória para uma conta em nome do trabalhador no app Caixa Tem.

Dessa maneira, o estorno do FGTS ocorre para quem não sacou os valores anteriormente transferidos de maneira compulsória à conta na Caixa Tem. O valor, entretanto, retorna para a conta original.

O saque ainda pode ocorrer até 31 de dezembro, bastando uma solicitação do trabalhador. Por outro lado, caso isso não ocorra, o valor volta a permanecer com movimentação limitada de acordo com as previsões legais.

Como reverter o estorno do FGTS emergencial?

Embora muitas pessoas tenham optado conscientemente por não realizar o saque do FGTS emergencial, outras simplesmente perderam o prazo para fazê-lo.

Contudo, há a possibilidade de reverter o estorno do FGTS e requerer a disponibilização do valor.

Para tanto, o trabalhador deve acessar sua conta cadastrada no aplicativo FGTS. Logo em seguida, deve conferir se os dados estão completos e requerer o saque emergencial.

A solicitação tem como prazo final o dia 31 de dezembro. Para os cidadãos que a realizarem haverá a disponibilização de informações da data de crédito do valor.

A transferência ocorre para a conta de poupança digital da Caixa Tem. Então, cabe ao trabalhador requerer a transferência para uma conta bancária de sua preferência nesse canal. Outra possibilidade, ainda, é o saque do valor em espécie nas lotéricas e caixas eletrônicos da CEF.

Saque-aniversário não caiu na conta: Houve estorno?

Ainda, em alguns casos o saque-aniversário (modalidade especial do FGTS cujo pagamento é anual) não caiu na conta do trabalhador conforme a data indicada pelo calendário.

Ao mesmo tempo, nesses casos a movimentação consta no extrato do Fundo de Garantia, mesmo que o valor não conste na conta bancária do beneficiário.

Nesses casos não ocorreu o estorno do FGTS. O que, em verdade, pode ter acontecido, é o apontamento de conta conjunta ou poupança. Assim, cabe ao beneficiário ir até uma agência da CEF em posse dos documentos de identificação e da carteira de trabalho.

Dessa maneira, a CEF poderá orientar o trabalhador e tomar providências para que ele tenha acesso ao valor disponibilizado.

Confira agora: Qual A Idade Mínima Para Aposentar? Simule Sem Sair De Casa


Continua depois da publicidade
Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Comments
Loading...