Quando começa o Pix? A nova forma de pagamento

O sistema de pagamento será uma alternativa ao DOC, TED e pagamentos com cartões

Quando começa o Pix – O Pix, que se tornará a nova maneira de realizar pagamentos e transferências bancárias de forma instantânea, certamente irá revolucionar o mercado financeiro brasileiro. Em breve o sistema começará a operar para todos os usuários. Mas a população quer saber, o que é esse sistema, como funcionará e quando começará a ser utilizado.

Na verdade, atualmente o Pix já funciona para um pequeno grupo de pessoas que estão participando da fase de testes. Tal fase termina no dia 15 de novembro.

-- Continuar depois da publicidade --

Leia ainda: Pix Itaú vale a pena? Entenda aqui as vantagens do novo sistema

Saiba que horas cai o auxílio emergencial no Caixa Tem
Quando começa o Pix? A nova forma de pagamento (Foto: Pixabay)

O que é o Pix

O Pix é uma nova opção para realizar pagamentos e transferências bancárias criado pelo Banco Central.

Essa opção, quando começar, também se somará às outras já existentes no mercado como TED, DOC, cheque e o uso de cartões.

Além disso, conta com um grande diferencial: o pagamento ou transferência acontece em menos de 10 segundos.

Com esse sistema será possível fazer pagamento de boletos, impostos, taxas governamentais, transferências bancárias entre bancos, pessoas e empresas.

Outro atrativo do novo sistema é que, diferente dos horários estipulados pelas agências bancárias, o serviço ficará disponível 24 horas por dia, sete dias por semana. Certamente sendo mais eficiente.

Quem desenvolveu o Pix?

O sistema que foi anunciado pelo Governo Federal em maio deste ano, foi desenvolvido pelo Banco Central do Brasil.

A ideia é que essa seja uma alternativa mais rápida e segura do que as formas convencionais de pagamentos e transferências.

Quando começa o Pix?

Ficou curioso para saber quando começa o Pix? Ainda neste mês ele será liberado para toda a população.

A partir do dia 16 de novembro será possível utilizar essa nova forma de pagamentos e transferências eletrônica no seu dia a dia.

Leia aindaSaiba o que é SX by Santander e quando o Pix vai funcionar

-- Continuar depois da publicidade --

Como usar o novo sistema?

Para usar o PIX será necessário criar uma chave Pix. Assim o usuário conseguirá realizar suas transferências, pagamentos ou envio de dinheiro.

Será possível obter a chave diretamente nos canais de atendimento do seu banco ou instituição financeira.

Para criar a chave, você precisará de um dos dados abaixo:

– CPF ou CNPJ;
– E-mail;
– Número de telefone celular;
– Chave aleatória (forma de receber o Pix sem informar dados pessoais).

Leia também: O cadastro da chave pix já está disponível para o cidadão.

Conheça abaixo as vantagens do Pix segundo o Banco Central

O serviço irá operar 24h por dia, sete dias por semana, inclusive em finais de semana e feriados.

Além disso os pagamentos ou transferências ocorrerão em até 10 segundos.

A promessa é que será gratuito para pessoas físicas e MEI’s (microempreendedor individual).

Quais são as outras formas de pagamentos já existentes?

As tradicionais formas de pagamentos são: DOC, TED, cheque e pagamentos com cartões de débito e crédito.

Atualmente também existem os pagamentos utilizando aplicativos como PayPal, PicPay, Mercado Pago, entre outros. Essas formas de pagamento já se assemelham ao PIX.

Leia ainda: Guardar dinheiro no PicPay rende mais que no Nubank; entenda aqui

Como vai ser quando o pix começar e quem será beneficiado?

Toda população será beneficiada visto quando começar o pix, que será uma forma mais rápida, segura, eficiente e barata para realizar pagamentos e transações bancárias.

Agora que você já sabe quando começa o PIX, o que acha de cadastrar sua chave? Procure já seu banco ou instituição financeira e cadastre-se para ter acesso a todos esses benefícios na hora de pagar ou receber dinheiro.

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...