Refinanciamento de empréstimo consignado: entenda como funciona

Consumidor pode obter mais crédito dentro do mesmo contrato de consignado

Empréstimo consignado é um dos produtos que aposentados, pensionistas do INSS, servidores públicos e trabalhadores com CLT mais desejam, enquanto o refinanciamento nada mais é do que um novo contrato para seguir pagando o crédito que já foi contratado ou pedir mais valores emprestado. Explicaremos hoje (16/05) como funciona.

O que quer dizer refinanciar crédito consignado?

Como a palavra já induz, refinanciamento significa trocar o seu atual contrato por um novo, realizando acordo com a instituição financeira que atualmente administra o consignado contratado.

Para muitos, trata-se de uma solução ideal para reduzir o endividamento, pois poderá ter valores das parcelas e até o prazo alterados e obtendo um novo empréstimo.

Neste caso, o que mudará é a forma como o consignado continuará sendo pago pelo consumidor que o contratou, podendo se adequar melhor às finanças do momento.

Em outros casos, também pode ser uma maneira de aumentar valor da parcela e diminuir o número de meses que ainda restam a pagar, visando terminar com os pagamentos deforma mais rápida.

Refinanciamento de empréstimo consignado: entenda como funciona
Refinanciamento de empréstimo consignado: entenda como funciona (Foto: Pexels.com)

Como funciona o refinanciamento de empréstimo consignado? Confira um exemplo

Refinanciar um empréstimo consignado significa obter mais crédito em cima do mesmo contrato já vigente e que vem sendo pago.

Isso porque, é comum que consumidores queiram mais crédito após já terem pago uma parte considerável do contrato de consignado, mas que não desejam assumir um novo empréstimo.

Dessa forma, utilizam o mesmo contrato para conseguir mais dinheiro emprestado do banco.

Geralmente, o consumidor consegue seguir pagando o mesmo valor da parcela, mas com mais dinheiro liberado.

Por exemplo:

  • Em um empréstimo de R$ 5.000, com prazo de 60 meses, um aposentado já pagou 20 parcelas e possui saldo devedor de R$ 3.500.

Com o refinanciamento, ficaria dessa forma:

  • O Banco quitaria as 40 parcelas restantes, liberando um novo empréstimo com prazo de 60 meses, e o consumidor ainda fica com os R$ 1.500 que já havia pago.

Quanto maior for o número de parcelas pagas, maior será a devolução que o banco fará.

A Lei nº 10.820/2003 regulamenta o refinanciamento do empréstimo consignado. Portanto, trata-se de uma ação que é de direito do consumidor.

Você sabe como sacar o auxílio emergencial nas lotéricas?

Para evitar filas ainda maiores do que as que são vistas, a Caixa optou por criar o aplicativo Caixa Tem e liberar saques presenciais de forma escalonada. Respeitando, portanto, um calendário feito exclusivamente para evitar tumultos nos locais de retirada de dinheiro. Mesmo com essa medida, é permitido que qualquer beneficiário retire o dinheiro disponível no Caixa Tem, através de agências da Caixa ou de casas lotéricas.

 

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...