Veja qual é o reajuste do INSS em 2021 para aposentados e pensionistas

Divulgação do salário mínimo para o próximo ano atualiza valores previdenciários.

-- Continuar depois da publicidade --

Ontem (30) o Presidente da República Jair Bolsonaro anunciou qual será o salário mínimo do próximo ano, que se inicia amanhã. Assim, o cálculo do reajuste do INSS para 2021 já é possível, como veremos hoje, 31/12, no Folha GO.

Anualmente há atualização dos valores do salário mínimo. Da mesma maneira, atualizam-se os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social.

-- Continuar depois da publicidade --

Também leia: Qual é o valor do abono anual do PIS? Saiba quanto vai receber

reajuste inss 2021
Anúncio do novo salário mínimo gera expectativas para aposentadorias e pensões do INSS (Imagem: Blog da Intelbras)

Reajuste do INSS em 2021 será de 5,26%

O Presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem em suas redes sociais o novo valor do salário mínimo. Na publicação, ele se compromete à assinatura da Medida Provisória que formalizará o reajuste.

Dessa maneira, o salário mínimo de 2021, ao que tudo indica, será de R$ 1.100. Conforme destacado por Bolsonaro em suas publicação, isso representa um aumento de 5,26% em relação ao valor de 2020 (R$ 1.045).

A indicação do salário mínimo, assim, reflete nos benefícios previdenciários. Afinal, há indexação da pensão por morte, aposentadoria e demais auxílios à remuneração mínima nacional.

O reajuste do INSS em 2021, assim, deve definir o valor mínimo em R$ 1.100. Contudo, o essa ainda é uma proposta. Sua confirmação depende, ainda, da aprovação pelo Congresso Nacional. Cabe a ele transformar a Medida Provisória em lei nacional.

Entenda a indexação da aposentadoria

Há indexação de todos os benefícios do INSS ao salário mínimo.

-- Continuar depois da publicidade --

Mas o que isso significa? A indexação demonstra que a aposentadoria segue o salário mínimo. Assim, qualquer ajuste sobre ele se reflete sobre o valor da aposentadoria. A mesma coisa ocorre em favor das pensões, auxílio-acidentário, doença e reclusão.

Valor é maior do que divulgado anteriormente

Em agosto deste ano o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2021. Esse documento previa o reajuste do salário mínimo e da aposentadoria em torno de 2,09%.

Ou seja, o piso da aposentadoria passaria de R$ 1.045 (salário mínimo de 2020) para R$ 1.066,85.

Contudo, a divulgação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) mudou esses valores. A publicação pertence à Secretaria de Polícia Econômica que, por sua vez, compõe o Ministério da Economia.

Esse índice é responsável por realizar a projeção da inflação. Ao mesmo tempo ele baseia o salário mínimo que, por sua vez, baseia o reajuste do INSS 2021.

Por outro lado, ainda no início de dezembro o Congresso Nacional aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021. Ela fixou o salário mínimo em R$ 1.088.

Dessa maneira, o valor anunciado ontem indica que o reajuste do salário mínimo e das aposentadorias é maior do que o inicialmente esperado.

Datas de pagamento com reajuste do INSS 2021 já foram definidas

Por fim, apesar de ainda não haver definição final sobre o valor do salário mínimo em 2021, já houve a definição das datas de pagamento.

Assim, o calendário do INSS 2021 já se encontra disponível para todos os beneficiários. Ele contém as datas de pagamento de aposentadorias, pensões e auxílios.

Além disso, igualmente já houve a definição das datas do décimo terceiro do próximo ano. Ele respeita o reajuste do INSS 2021, da mesma forma que as parcelas mensais. O pagamento, então, ocorrerá em agosto e novembro.

Confira tabela de benefícios: Calendário do INSS 2021 já saiu; veja datas de pagamento para todo o ano

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...