Veja qual é o reajuste do INSS em 2021 para aposentados e pensionistas

Divulgação do salário mínimo para o próximo ano atualiza valores previdenciários.

Anúncio


Ontem (30) o Presidente da República Jair Bolsonaro anunciou qual será o salário mínimo do próximo ano, que se inicia amanhã. Assim, o cálculo do reajuste do INSS para 2021 já é possível, como veremos hoje, 31/12, no Folha GO.

Continua depois da publicidade

Anualmente há atualização dos valores do salário mínimo. Da mesma maneira, atualizam-se os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social.

Também leia: Qual é o valor do abono anual do PIS? Saiba quanto vai receber

Continua depois da publicidade
reajuste inss 2021
Anúncio do novo salário mínimo gera expectativas para aposentadorias e pensões do INSS (Imagem: Blog da Intelbras)

Reajuste do INSS em 2021 será de 5,26%

O Presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem em suas redes sociais o novo valor do salário mínimo. Na publicação, ele se compromete à assinatura da Medida Provisória que formalizará o reajuste.

Continua depois da publicidade

Dessa maneira, o salário mínimo de 2021, ao que tudo indica, será de R$ 1.100. Conforme destacado por Bolsonaro em suas publicação, isso representa um aumento de 5,26% em relação ao valor de 2020 (R$ 1.045).

A indicação do salário mínimo, assim, reflete nos benefícios previdenciários. Afinal, há indexação da pensão por morte, aposentadoria e demais auxílios à remuneração mínima nacional.

O reajuste do INSS em 2021, assim, deve definir o valor mínimo em R$ 1.100. Contudo, o essa ainda é uma proposta. Sua confirmação depende, ainda, da aprovação pelo Congresso Nacional. Cabe a ele transformar a Medida Provisória em lei nacional.

Entenda a indexação da aposentadoria

Há indexação de todos os benefícios do INSS ao salário mínimo.

Mas o que isso significa? A indexação demonstra que a aposentadoria segue o salário mínimo. Assim, qualquer ajuste sobre ele se reflete sobre o valor da aposentadoria. A mesma coisa ocorre em favor das pensões, auxílio-acidentário, doença e reclusão.

Valor é maior do que divulgado anteriormente

Em agosto deste ano o Governo Federal enviou ao Congresso Nacional o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2021. Esse documento previa o reajuste do salário mínimo e da aposentadoria em torno de 2,09%.

Ou seja, o piso da aposentadoria passaria de R$ 1.045 (salário mínimo de 2020) para R$ 1.066,85.

Contudo, a divulgação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) mudou esses valores. A publicação pertence à Secretaria de Polícia Econômica que, por sua vez, compõe o Ministério da Economia.

Esse índice é responsável por realizar a projeção da inflação. Ao mesmo tempo ele baseia o salário mínimo que, por sua vez, baseia o reajuste do INSS 2021.

Por outro lado, ainda no início de dezembro o Congresso Nacional aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021. Ela fixou o salário mínimo em R$ 1.088.

Dessa maneira, o valor anunciado ontem indica que o reajuste do salário mínimo e das aposentadorias é maior do que o inicialmente esperado.

Datas de pagamento com reajuste do INSS 2021 já foram definidas

Por fim, apesar de ainda não haver definição final sobre o valor do salário mínimo em 2021, já houve a definição das datas de pagamento.

Assim, o calendário do INSS 2021 já se encontra disponível para todos os beneficiários. Ele contém as datas de pagamento de aposentadorias, pensões e auxílios.

Além disso, igualmente já houve a definição das datas do décimo terceiro do próximo ano. Ele respeita o reajuste do INSS 2021, da mesma forma que as parcelas mensais. O pagamento, então, ocorrerá em agosto e novembro.

Confira tabela de benefícios: Calendário do INSS 2021 já saiu; veja datas de pagamento para todo o ano

Carregando comentários aguarde...
...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies