Bolsa Família cancelado é o mesmo que bloqueado? Entenda já e saiba como resolver

Os beneficiários do Bolsa Família podem se enganar quanto à situação do seu benefício. Desse modo, entender como o programa funciona é de suma importância para não correr o risco de se prejudicar. Visto que é o principal projeto de distribuição direta de renda, para famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. Sendo assim, vamos esclarecer hoje, (24/10) se há diferença entre o Bolsa Família cancelado e o bloqueado.

Continua depois da publicidade
Bolsa Família cancelado é a mesma coisa que bloqueado? Entenda já e saiba como resolver
Bolsa Família cancelado é a mesma coisa que bloqueado? Entenda já e saiba como resolver – Imagem: Simplypag

Confira, portanto, o que a Secretaria Especial de Desenvolvimento Social, órgão do Ministério da Cidadania, dispõe sobre o assunto. Também entenda como é possível regularizar a situação, afim de garantir a permanência da família beneficiária no programa.

Leia também: Empréstimo Bolsa Família: saiba agora mesmo como solicitar

Continua depois da publicidade

Bolsa Família cancelado e bloqueado, qual a diferença?

O Bolsa Família cancelado não é a mesma coisa que bloqueado. Para entender a diferença é necessário revisar as diretrizes do programa, como o cumprimento das condicionalidades e a atualização regular dos dados cadastrais.

Continua depois da publicidade

Desse modo, as condicionalidades são os compromissos que as famílias participantes do programa assumem com relação à educação e saúde de seus integrantes, como forma de continuidade no recebimento das parcelas mensais e permanência no programa.

Além disso, também é necessário que os dados cadastrais dos respectivos participantes da família beneficiária, estejam devidamente atualizados (a cada dois anos a atualização é obrigatória).

Atentando para isso, quando o Bolsa Família é cancelado significa que a família perdeu o direito de participar do programa. No entanto, esta é a situação mais extrema relativa à continuidade no projeto, pois até essa situação acontecer, há outras etapas. Dentro desse processo uma etapa anterior ao cancelamento é o bloqueio.

O que fazer quando o benefício é bloqueado

O cancelamento não ocorre de forma súbita; ou seja, do dia para a noite. Assim sendo, em caso de descumprimento das regras do programa, o beneficiário é comunicado e tem até 6 meses para regularizar a situação.

Antes do Bolsa Família ser cancelado, acontece o bloqueio. Ao ser bloqueado, o Responsável Familiar (RF) pode reverter a situação indo até o setor responsável pelo programa em seu município e poderá receber todas as parcelas que foram retidas.

Contudo, caso a família seja comunicada sobre o descumprimento do regulamento e não execute o processo acima, o benefício fica suspenso por até 4 meses, sem ser possível receber as parcelas e, por fim, ele é cancelado.

Leia agora: Tem direito ao auxílio residual do Bolsa Família? Entenda para receber o dinheiro

Respondendo a questão

Ora, como se percebe então, o cancelamento é um ato muito mais grave e difícil de reversão. Mas o bloqueio é algo temporário, até que o beneficiário faça a comprovação solicitada e volte a receber o benefício.

Portanto, após o cancelamento, a reentrada no programa não é um processo rápido e simples. Por este motivo, em qualquer advertência ou bloqueio, deve-se resolver a situação para não correr o risco de perder a garantia de acesso ao Bolsa Família.


Continua depois da publicidade
Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão aprovados. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.