Take a fresh look at your lifestyle.

Entenda para que serve o Pix da Caixa Econômica Federal

Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

É grande a divulgação sobre o novo lançamento tecnológico para transferências, feito pelo Banco Central do Brasil e que está sendo adotado pelas principais instituições financeiras do país. Mas afinal, para que serve o Pix da Caixa Econômica Federal?

Continuar depois da publicidade

O Pix é o novo sistema de transações bancárias criado pelo Banco Central e que foi adotado não só pela Caixa Econômica Federal, mas também pelos seus principais concorrentes.

Entenda para que serve o Pix da Caixa Econômica Federal
Entenda para que serve o Pix da Caixa Econômica Federal (Foto: Freepik.com)

O sistema lançado pelo BC é o mesmo para todas as instituições financeiras, pois tem o objetivo de chegar ao mercado para revolucionar a maneira de realizar transações bancárias, como por exemplo pagamentos e transferências online.

Continuar depois da publicidade

A ideia do Pix é de desbancar os tradicionais sistemas de transferências, TED (Transferência Eletrônica Disponível e DOC (Documento de Crédito), que são serviços já conhecidos há um muito tempo. Mas que não possuem os benefícios que o novo sistema digital promete.

Leia mais: Como pagar com o Pix? Veja as opções que o novo sistema oferece

Continuar depois da publicidade

Então, para que serve o Pix da Caixa Econômica Federal e dos outros bancos?

Serve para pagar e efetuar transferências bancárias. Explicaremos como ele vai funcionar.

No caso das transferências, o Pix vai transformar o serviço de enviar dinheiro em uma operação totalmente gratuita.

Isto é, qualquer pessoa com conta corrente cadastrada em uma carteira virtual poderá fazer Pix para transferir dinheiro. De maneira ilimitada no mês, sem gastar nenhum centavo pela operação, mesmo que seja de um banco para outro.

Além disso, outro fator que faz com que o Pix prometa ser superior a TED e DOC é o fato de funcionar 24 horas por dia.

Não haverá mais a necessidade de esperar o dinheiro descontar horas depois ou no dia seguinte. Isso porque, a cada transferência feita o valor transferido cairá na conta do favorecido no mesmo instante. O prazo máximo é de dez segundos para a operação ser concluída.

Leia também: Vai sair o pagamento da 6ª parcela do auxílio emergencial a nascidos em agosto; saiba mais

Pagamentos pelo Pix

Também será possível pagar a qualquer pessoa ou estabelecimento com o Pix, utilizando o método de QR Code.

Cada usuário terá um código de QR Code, que pode ser estático ou dinâmico.

No caso dos códigos estáticos, ele será o mesmo para todas as operações. Já o dinâmico é alterado a cada transação.

Cadastrar Pix na Caixa

Todos os produtos da Caixa Econômica Federal já possuem a possibilidade de realizar o cadastro de uma chave para poder usar o Pix a partir do dia 16 de novembro.

Conta corrente, conta poupança e até a poupança social digital (Caixa Tem) já anunciaram que vão ter o Pix.

Para realizar o cadastro, basta acessar uma dessas contas e clicar na opção Pix logo na página inicial do aplicativo.

Leia ainda: Promoção Transforme sua casa Bradesco dá a chance de faturar R$ 500 mil


Continuar depois da publicidade
Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Comments
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais...