Looks like you have blocked notifications!

Hacker invade sistema do SPC e Serasa e deleta dívidas? Entenda esse boato

Fake News tem causado dúvidas na web; saiba tudo para não cair em ciladas

-- Continuar depois da publicidade --

Hoje (18/12) volta a circular um boato que circulou na Internet no começo desse ano: que um hacker invade SPC e Serasa e apagou todas dívidas  que constam no banco de dados das entidades citadas. Esse suposto invasor teria deletado todos os CPFs cadastrados nos referidos órgãos de proteção ao crédito.

Contudo, será que dessa vez é verdade? Um hacker teria de fato invadido o sistema do SPC e Serasa e feito com que todas as dívidas simplesmente desaparecessem? Confira adiante maiores esclarecimentos a respeito desse assunto.

-- Continuar depois da publicidade --

Leia ainda: Negativados no SPC e Serasa também têm adesão automática no Cadastro Positivo? Entenda

Verificação de fatos: hacker invade sistema do SPC e Serasa e deleta dívidas pendentes?

hacker invade sistema do spc e serasa dados
Hacker invade sistema do SPC e Serasa e deleta dívidas? Entenda esse boato. Fonte da imagem: Pixabay

Na verdade, a suposta notícia de que um hacker invade sistema do SPC e Serasa e apaga todas as dívidas dos inadimplentes não passa de uma fake news, de mais um boato que circula pela web.

Ou seja, não houve qualquer invasão que seja no banco de dados dos dois conhecidos birôs de crédito.

Essa mesma notícia falsa já havia se espalhado com muita intensidade tempos atrás. Entretanto, como se pode notar, ela ganhou fôlego novamente na Internet e está entre os termos mais procurados nas pesquisas do Google.

Leia ainda: Hacker apagou nome dos negativados do SPC e Serasa? Entenda

Desse modo, na primeira versão da notícia falsa, a pretensa “informação” (desinformação) falava o seguinte:

-- Continuar depois da publicidade --

“Um hacker invadiu o sistema do governo e apagou 63 milhões de registros de brasileiros que deviam no SPC/Serasa. Empresas já entraram na justiça contra a União para terem os danos reparados. […] A polícia ainda não tem ideia de quem é o hacker, ele apenas deixou sua assinatura no sistema do governo, onde se lia: “Prometi e cumpri. Ass: Coroné”.

Por outro lado, na segunda versão do boato, que usada de forma falsa o nome do site G1, o site de notícias da Globo, o conteúdo efetua a seguinte afirmação:

“Hacker invade sistema do SPC/Serasa e apaga todos os nomes sujos. A Polícia Federal está investigando o caso e informou que foram apagados dados de 63 milhões de brasileiros. Além disso, foi descoberto que o hacker se denomina nas redes como ‘Coroné’. Porém, a identidade do criminoso ainda é um mistério. Por Tiro Sardinha, G1, Brasília”.

Invasão no banco de dados dos birôs de crédito: o processo de elaboração da fake news

O processo de elaboração da fake news “hacker invade sistema do SPC e Serasa” pode ter ocorrido partindo-se de uma alteração do código-fonte de uma página de jornal ou site qualquer, tudo para dar ao boato um ar de verdade e confiabilidade.

Ao se ter acesso ao conteúdo de um certo site, uma pessoa mal-intencionada pode realizar a mudança do título de uma notícia utilizando o comando ctrl+U e, dessa maneira, concretizar a alteração no código-fonte da página em questão.

Logo que essa alteração é feita, tudo o que se precisa a partir de então é tirar um print da tela. Com isso, a pessoa mal-intencionada terá em mãos uma notícia falsa, mas que parece real.

Leia ainda: SPC e Serasa oferecem opções para consultar o score de crédito sem sair de casa

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...