Nova antecipação do 13º salário dos aposentados INSS? Entenda o assunto

Além da aposentadoria, ideia também é adiantar abono salarial

Com um possível aumento dos casos da Covid-19 no país no ano de 2021, o Governo Federal já planeja medidas para evitar outro retrocesso econômico no país e, assim, manter a economia estável. A ideia é uma antecipação do 13º salário para aposentados INSS, assim como do calendário do abono salarial. Entenda mais sobre o tema hoje (20/12).

Governo estuda uma nova antecipação do 13º salário dos aposentados INSS; entenda (imagem: divulgação/G1)
Governo estuda uma nova antecipação do 13º salário dos aposentados INSS; entenda (imagem: divulgação/G1)

-- Continuar depois da publicidade --

Veja mais: BMG Card é opção de cartão consignado para aposentados

Quando vai ser a antecipação do 13º salário dos aposentados INSS?

Se uma segunda onda de Covid-19 for confirmada aqui no país, o Ministério da Economia já tem ideias para segurar a retomada econômica.

Como responsável pela economia brasileira, o Ministro Paulo Guedes aposta em soluções relacionadas aos benefícios trabalhistas e previdenciários, para injetar dinheiro na economia em caso de um novo isolamento social.

Com o fim do auxílio emergencial e o não interesse do governo em estendê-lo, a ideia é antecipar benefícios, como o 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS e o pagamento do abono salarial.

Em reunião no Congresso Federal o Ministro afirmou: “Temos a capacidade de antecipar benefícios, diferir arrecadação de impostos – já fizemos isso neste ano”. Ações como essas, segundo ele, respeitam o teto de gastos.

Apesar da possibilidade da utilização desses recursos, o governo ainda não tem prazo para fazer isso. O objetivo é deixar essas ações prontas para utilizar quando necessário.

Veja mais: “É uma questão de justiça”, afirma senador sobre 14º salário dos aposentados.

-- Continuar depois da publicidade --

Medidas parecidas foram adotadas neste ano

A ideia de antecipar os benefícios não é nova, a medida já foi tomada neste ano. Em março, o governo implantou medidas parecidas, com a antecipação das parcelas do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS, além de do abono e o adiamento dos tributos a serem recolhidos.

A antecipação dos benefícios previdenciários fez com que muitos aposentados ficassem ser receber nenhum valor agora no final do ano. Prejudicando, portanto, a vida de milhares de brasileiros.

Muitas famílias vivem dessa renda e essa ausência da parcela no final do ano deixou, por sua vez, muitos brasileiros desamparados.

Para reduzir os efeitos dessa medida, está em discussão no Senado Federal, um Projeto de Lei para disponibilizar um 14º salário para os aposentados.

Entretanto, a medida ainda não foi votada e as chances para votação agora no final deste ano de 2020 são praticamente inexistentes.

Veja mais: 14º salário aposentados 2020; atualize as informações

Brasileiros ainda tem dúvidas sobre a prorrogação do auxílio emergencial

Embora distante, a possibilidade da prorrogação do auxílio emergencial é uma das medidas que podem ser adotadas caso surja uma segunda onda da pandemia no país. Entretanto, isto não está nos planos da equipe econômica nacional.

Para a aprovação dessa medida, seria preciso cortar despesas para que o governo federal não descumpra a lei.

A medida que envolve o adiantamento das parcelas da aposentadoria e do abono salarial seria o mais fácil e mais certo a fazer. Segundo Paulo Guedes, essas ações respeitariam o teto de gastos, o que limitaria o avanço das despesas e da inflação.

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...