Auxílio residual Bolsa Família: entenda que benefício é esse

Recurso está disponível para todos os beneficiários do Bolsa Família

Anúncio


Muitos tem feito questionamentos sobre o benefício de auxílio residual Bolsa Família, desde a edição da Medida Provisória 1.000/2020, pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Mas, do que se trata esse auxílio residual para os beneficiários do Bolsa Família? É um novo tipo de benefício? Quem tem direito e quando será pago? Saiba todos os detalhes sobre o assunto aqui, hoje, neste 20 de outubro.

Continua depois da publicidade
Auxílio residual Bolsa Família: entenda qual é esse benefício
Auxílio residual Bolsa Família: entenda que benefício é esse (Foto: GOV.br)

Leia mais: Pagamento do 13º salário: saiba quem tem direito e quando receber

Afinal, o que é auxílio residual Bolsa Família?

Diferentemente do que pode ser imaginado, o auxílio residual do Bolsa Família não é um novo benefício criado pelo governo, mas sim a sequência do auxílio emergencial.

Continua depois da publicidade

O termo de auxílio residual foi definido pelo governo federal através da Medida Provisória, lançada no início do mês de setembro e concede aos beneficiários do Bolsa Família mais quatro parcelas do programa, que foi criado para atenuar as consequências da pandemia do coronavírus entre os mais vulneráveis.

Continua depois da publicidade

Sendo assim, apesar de possuir um nome diferente no texto da MP, o auxílio residual é o mesmo benefício que já vinha sendo recebido pelos beneficiários do maior programa de transferência de renda do país, nos últimos cinco meses.

É chamado de residual – ou de extensão – por se tratar das quatro últimas parcelas do auxílio emergencial, todas com valor de R$ 300, pagas entre os meses de setembro a dezembro.

“Institui, até 31 de dezembro de 2020, o auxílio emergencial residual a ser pago em até quatro parcelas mensais no valor de R$ 300,00 (trezentos reais)”, diz, assim, o texto da Medida Provisória 1.000/20.

Quem tem direito a receber o auxílio residual do Bolsa Família?

É de direito de todos os beneficiários do programa Bolsa Família receber as quatro últimas parcelas do auxílio emergencial.

As parcelas 6, 7, 8 e 9 têm valor de R$ 300 em cada uma das cotas. Já para as mulheres que se autodeclararam como mães solteiras recebem o valor dobrado. Ou seja, R$ 600 por cota.

Leia também: Veja quando e como sacar a 7ª parcela do Bolsa Família

Quando o benefício é pago?

A sexta parcela do auxílio emergencial foi paga no mês de setembro a quem recebe Bolsa Família. Foi a primeira da etapa chamada de residual.

Já neste mês de outubro, a sétima parcela – a segunda do auxílio residual de R$ 300 – começou a ser paga nesta última segunda-feira, dia 19.

O calendário é o seguinte:

  • 19 de outubro – NIS final 1
  • 20 de outubro – NIS final 2
  • 21 de outubro – NIS final 3
  • 22 de outubro – NIS final 4
  • 23 de outubro – NIS final 5
  • 26 de outubro – NIS final 6
  • 27 de outubro – NIS final 7
  • 28 de outubro – NIS final 8
  • 29 de outubro – NIS final 9
  • 30 de outubro – NIS final 0

Leia ainda: SPC e Serasa ligam ou enviam e-mails para dar aviso sobre negativação? Entenda

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies