Quem emite cheque sem fundo vai parar no SPC e Serasa ou somente no CCF?

Anúncio


Uma das formas de pagamento que ainda existe no mercado, convivendo com modos mais modernos e práticos, é a emissão de cheques. Muitos se perguntam se a emissão do cheque sem fundo, gera apontamento nos órgãos de proteção ao crédito como o SPC e Serasa, ou apenas se faz o registro no CCF. Vamos tratar de responder.

Continua depois da publicidade

Lembrando que o cheque sem fundo é aquele que não é pago pelo banco, antes é devolvido pela ausência de valores bastantes na conta do cliente. 

Leia ainda: Saiba Mais Sobre A Chance De Suspensão Do Consignado Dos Aposentados

Continua depois da publicidade

Afinal, cheques sem fundo vão parar no SPC e Serasa ou somente no CCF?

Quem emite cheque sem fundo vai parar no SPC e Serasa ou somente no CCF? Exame/Reprodução
Quem emite cheque sem fundo vai parar no SPC e Serasa ou somente no CCF? Fonte da imagem: Exame/Reprodução

Antes de mais nada, vale responder que se um consumidor emitir cheque sem fundo, o nome dele NÃO vai parar no SPC e Serasa. Com efeito, o nome dele vai parar somente no CCF.

Continua depois da publicidade

Para esclarecimento, CCF quer dizer Cadastro de Emitentes de Cheque Sem Fundo. Como o próprio nome diz é um banco de dados no qual ficam registrados os dados dos que emitem cheque sem fundo.

A rigor, o cheque pode ser duas vezes apresentado para pagamento. Quando é devolvido pela primeira vez o código pertinente é a alínea 11 e na eventual segunda devolução será na  alínea de número 12.

No caso da segunda devolução é que os dados do emitente do cheque vão seguir rumo ao CCF e haverá o bloqueio de novos talões para o usuário.

Leia ainda: Saiba Qual Valor Do 13º Do Bolsa Família Caso Ele Seja Realmente Pago

Além disso, o banco decidirá se encerra ou não a conta do cliente. Portanto, a partir daí, ficará mais difícil obter crédito no mercado e até mesmo outros bancos podem se recusar a abrir uma conta para o consumidor em débito.

O Banco Central é o responsável pelo acervo de dados do CCF, mas quem faz a gestão do sistema é o Banco do Brasil.

Como descobrir se o nome está no CCF pela emissão de cheque sem fundo?

Existem três formas de saber se o nome está no CCF. Com efeito, uma delas é ir até um dos endereços do Banco Central, levando o CPF ou um documento de identidade que contenha o CPF.

É igualmente possível obter essa informação diretamente com o banco que emitiu o cheque. Por fim, outra forma de se saber isso, é sendo assinante do serviço Serasa Anti Fraude.

Regularizando pendências no CCF

Diante do exposto, pode-se observar que apesar do nome do emissor e seus dados irem parar no CCF e não no SPC/Serasa, isso também tem potencial para complicar a vida financeira do consumidor. Vez que pode gerar, do mesmo modo que quando negativado, dificuldades na obtenção de crédito.

Desse modo, para regularizar o nome, deve-se localizar o cheque e pagar a quantia informada nele para a pessoa ou empresa prejudicada, e então resgatar o documento. 

Leia ainda:Quina Está Acumulada E Prêmio Estimado Para Hoje É De R$ 6,8 Milhões

Posteriormente, deve-se levar o cheque emitido, juntamente com uma carta de próprio punho declarando a quitação para o banco emissor. A instituição ficará responsável por retirar os dados registrados do emitente do CCF.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies