Entenda como pagar a multa por não votar em 2020 pela Internet

Veja agora como quitar os débitos com a Justiça Eleitoral

Anúncio


Quem não participou da votação municipal e nem justificou no último domingo (15) precisará quitar uma multa junto à Justiça Eleitoral com um pagamento em dinheiro. Veja aqui, nesta quinta (18/11), todos os passos de como pagar a multa por não votar em 2020.

Continua depois da publicidade

O comparecimento às urnas a cada dois anos é obrigatório a todo cidadão brasileiro com idade apta a exercer o poder do voto. Quem tiver de se ausentar por algum motivo, também é obrigado a justificar o motivo de não ter ido no mesmo dia da votação.

Entenda como pagar a multa por não votar em 2020 pela Internet
Entenda como pagar a multa por não votar em 2020 pela Internet (Foto: RawPixel.com)

Em 2020, o Tribunal Superior Eleitoral reforçou o uso de meios digitais para evitar aglomerações em locais de votação e permitir justificativas de ausência pelo celular ou computador.

Continua depois da publicidade

Ainda assim, quem não justificou a ausência no dia da votação vai precisar pagar uma multa. Mas, este processo também pode ser feito sem a necessidade de sair de casa, utilizando meios digitais disponíveis.

Continua depois da publicidade

Leia mais: Justificativa eleição 2020: saiba como justificar ausência sem sair de casa

Entenda agora como pagar a multa por não votar

O aplicativo e-Título já existia desde o final de 2017, mas foi em 2020 que ganhou popularidade.

Em meio à pandemia de coronavírus, que nos obriga a manter distanciamento social, o app passou a ter ainda mais utilidade. Com ele, é possível votar sem a necessidade de levar documentos em papel e até mesmo resolver todas as suas pendências com a Justiça Eleitoral.

E isso inclui o pagamento da multa pelo não comparecimento nas urnas em 2020. Veja abaixo como fazer.

Antes de mais nada, é necessário fazer o download do aplicativo e-Título na loja de apps disponível em seu aparelho – exclusivo para sistemas operacionais Android ou iOS.

Vale ressaltar que o único aplicativo oficial é aquele que tem a Justiça Eleitoral Brasileira como desenvolvedora.

  • Com o e-Título já instalado em seu celular, é necessário fazer um cadastro inserindo os mesmos dados que foram informados em seu último atendimento no Tribunal Regional Eleitoral de sua região. Se já possuir cadastro, apenas faça o acesso com a senha ou por biometria.
  • Cadastro e acesso feitos, chega a hora de emitir o documento de pagamento da multa por não comparecimento ao primeiro turno da eleição municipal de 2020;
  • Para isso, basta clicar em “mais opções”;
  • Conforme mostrado na imagem acima, a partir daí clica em “Débitos Eleitorais: Consulte e emita guia para pagamento”.

Ao emitir a guia de pagamento da multa, que será feita por boleto bancário, é possível realizar o pagamento em qualquer instituição financeira, sejam bancos tradicionais ou fintechs, até a data de vencimento.

O valor da multa por turno perdido é de R$ 3,50. Mas os prejuízos para quem não pagar podem ser maiores.

Leia também: Por que minha foto não aparece no e-Título? Saiba tudo aqui

O que acontece com quem não paga seus débitos eleitorais?

Basicamente, fica impedido de executar inúmeras situações por passar a ficar com o CPF pendente. Por exemplo, quem não justifica ausência não pode:

  • Tirar passaporte ou obter nova via de carteira de identidade;
  • Inscrever-se em concurso público ou tomar posse caso já tenha sido aprovado na prova;
  • Fazer ou renovar matrícula em instituições de ensino superior.

Leia ainda: Quem não votou perderá o auxílio emergencial? Saiba o que pode acontecer

Saque-aniversário não caiu na conta? Veja o que fazer

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies