Bitcoin hoje: A China ditando as regras novamente; entenda os motivos

Bitcoin tem preço movimentado pelas decisões tomada pela china

Bitcoin hoje: A China ditando as regras novamente; entenda os motivos / Reprodução: Unsplash
0

Hoje, quarta-feira, (27), de outubro de 2021, Confira as novidades que o portal do Bitcoin hoje do folha go, que trás as principais informações da moeda mais cobiçada do mundo, portanto: Banco Central da china implementou a última de uma série de ações para eliminar o uso de criptomoedas no comércio local; anúncio gerou grande perda para Bitcoin.

O foi anunciado no banco Central da China na sexta-feira (24/9) que todas as transações de criptomoedas são consideradas ilegais neste país, incluindo o popular bitcoin, para esclarecer.
“As atividades comerciais relacionadas com o Bitcoin e criptomoedas, são atividades financeiras ilegais”.

disse a instituição, alertando que elas “põem seriamente em risco a segurança dos bens das pessoas”.
Criptomoeda segue em alta: BTC a caminho de US$ 90 mil – semana será decisiva!

A China é um dos maiores mercados de criptomoedas e Bitcoins do mundo, e com isso As flutuações ali geralmente afetam o preço global dessas moedas virtuais.
Criptomoeda tem mudança inesperada após anúncio
Bitcoin hoje: A China ditando as regras novamente; entenda os motivos / Reprodução: Unsplash Bitcoin hoje: A China ditando as regras novamente; entenda os motivos / Reprodução: Unsplash

Mas no entanto, Após o anúncio, o preço do Bitcoin caiu mais de US$ 2 mil (R$11.000). A proibição na China é a mais recente de uma série de ofensivas contra o que Pequim. Vê como um investimento especulativo e volátil, mas na melhor das hipóteses, e lavagem de dinheiro, na pior.

Com tudo isso, Movimentos de Pequin: A china proíbe oficialmente desde 2019 a negociação de criptomoedas. No entanto, ela continuou a ser feita online por meio de transações no exterior.

Enquanto isso, em maio, as autoridades financeiras alertaram os compradores de Bitcoin que eles poderiam perder dinheiro e, no mês seguinte, bancos e plataformas de pagamento receberam notificações para evitar transações de criptomoedas.

Mas o anúncio de sexta-feira é a indicação mais clara sobre o Bitcoin de que a China quer fechar ao cerco ao comércio de criptomoedas em todas as suas formas.

O processo será aberto contra todos que estão ligados a esta “atividade financeira” que ja é vista como crime

É ilegal o fornecimento de algum tipo de serviço online por parte de qualquer site ou ate mesmo pessoa para cidadão chineses.

Ele está “dando”: Fundador do BTC é o 13º entre os mais ricos do mundo!
Migração de mineração de Bitcoin
Um novo bitcoin surge quando o “blockchain” , através de milhares de computadores que estão assim espalhados por todo o mundo completam um “bloco”.

Blockchain é conhecido como livro razão.Esses livro razão verificam e controlam toda a operação geradora de bitcoin por isso é dificil rastrear.

Novas “moedas” de Bitcoin são distribuídas aleatoriamente como recompensas para aqueles que se engajam em um trabalho conhecido como “mineração” criptográfica. Há muito tempo, a China, com seu baixo custo elétrico e computadores baratos é um dos maiores na mineração.

Mas a repressão do gigante asiático aos Bitcoin e criptomoedas já atingiu a indústria de “mineração” Pequim proibiu o comércio de computadores de alta capacidade para uso nessa atividade, O efeito é claro: enquanto em setembro de 2019, 75% do uso de energia do Bitcoin no mundo estava concentrado na China, em abril deste ano, essa taxa havia caído para 46%.

Alerta: Como a criptomoeda pode ser usado para fins criminosos; entenda a forma que eles usam

Fonte: G1 26 de outubro de 2021

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.