Take a fresh look at your lifestyle.

Como pagar com o Pix? Veja as opções que o novo sistema oferece

Pix terá transferências e pagamentos por QR Code

0

A dúvida sobre como pagar com Pix ganha cada vez mais força na Internet, através das redes sociais e também em pesquisas feitas no Google. Com base nas incertezas deixadas pela divulgação do novo sistema de transações do Banco Central, explicaremos mais detalhes aqui.

Como pagar com o Pix? Veja as opções que o novo sistema oferece
Como pagar com o Pix? Veja as opções que o novo sistema oferece

O Pix não é um novo aplicativo criado pelo Banco Central do Brasil para fazer transferências, mas sim um novo método que chegará ao mercado no mês de novembro, para facilitar a transferência e pagamento diretamente pela conta corrente ou carteira virtual de cada um.

O novo sistema de transações se juntará a TED e ao DOC como mais uma maneira de transferir dinheiro.

Contudo, possui uma série de vantagens e benefícios que os dois tradicionais métodos de transferência não dão aos brasileiros. Por exemplo, a gratuidade das operações.

Leia mais: O Pix já está funcionando ou não? Saiba aqui tudo sobre o assunto

Como pagar com Pix? Saiba mais sobre o assunto

Antes de mais nada, é necessário ressaltar que o Pix ainda não está disponível para uso. Atualmente, está aberto o período de cadastro da chave para usar o sistema. Porém, o lançamento oficial para a população acontecerá, precisamente, em 16 de novembro.

Mas em meio a tanta divulgação dos bancos e fintechs para que seus clientes cadastrem uma chave Pix, nem tudo tem sido explicado com perfeição.

Veja quais as maneiras de pagamento o Pix oferecerá:

  • Transferências bancárias (enviar e receber dinheiro);
  • Pagamentos por QR Code (pagar e receber).

Leia também: Tente novamente em alguns minutos? Veja como fugir do erro no Caixa Tem

Como transferir dinheiro usando o Pix

Para ter acesso ao Pix, é necessário fazer o cadastro de pelo menos uma chave Pix.

Essa chave nada mais é do que o apelido que será dado para a conta corrente ou carteira virtual onde o cadastro for feito. Ela pode ser o número de CPF, de telefone ou um e-mail. Também é possível optar por uma sequência alfanumérica aleatória.

Com a chave cadastrada, o usuário precisará apenas da chave Pix de outra pessoa para enviar dinheiro a ela.

De outra forma, para receber dinheiro também será necessário apenas informar a sua chave Pix a quem te fará a transferência.

Ou seja, o Pix dispensa completamente a necessidade de digitar todos os detalhes do banco, agência, conta corrente, CPF e nome completo para uma transferência ser concluída.

Pagamento com QR Code via Pix

Cada vez mais popular entre os consumidores brasileiros, o QR Code também é uma peça chave para o sucesso que o Pix promete.

Isso porque, estabelecimentos e empresas terão a oportunidade de apenas informar o seu código ao cliente e receber o dinheiro.

A operação é semelhante ao pagamento via cartão de débito, mas sem a necessidade de operação por meio de um cartão físico e também fugindo das tarifas das maquininhas.

Usuários de pessoa física também poderão utilizar o QR Code a qualquer momento para receber ou enviar dinheiro a outra pessoa.

  • Serão duas opções de QR Code: estático e dinâmico.

O QR Code estático é ideal para estabelecimentos comerciais que farão diversas transações durante o dia. Permite também definir um valor fixo ou a inserção de um valor pelo pagador.

É considerado como ideal para pequenos varejistas e prestadores de serviço, além das pessoas físicas.

Leia ainda: Como transferir dinheiro pelo Pix? Saiba os detalhes aqui

Já o QR Code dinâmico tem o código alterado a cada transação realizada. É ideal para quem não deseja repetir a operação e evitar que seu código seja exposto.

Comments
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais...