Calendários Bolsa Família 2020: confira as últimas datas de pagamento do benefício

Os calendários Bolsa Família 2020 de novembro e dezembro correspondem, respectivamente, às 8ª e 9ª parcelas residuais

Anúncio


O penúltimo pagamento anual do Bolsa Família se aproxima e fará o repasse do benefício normalmente e também pagará aos beneficiários que estão recebendo o auxílio emergencial de R$ 300 e R$ 600. Dessa forma, tanto quem continua recebendo os valores correspondentes ao programa social, quanto quem recebe as cotas do auxílio em razão da pandemia, vão receber as parcelas residuais correspondentes a novembro e dezembro. Sendo assim, confira nesta segunda-feira (09/11) os calendários Bolsa Família 2020 atualizados.

Continua depois da publicidade
Calendários Bolsa Família 2020: confira as últimas datas de pagamento do benefício
Calendários Bolsa Família 2020: confira as últimas datas de pagamento do benefício – Foto: Lidianne Andrade

As datas, desse modo, finalizam o calendário de pagamento de 2020. Portanto, confira o cronograma final do auxílio residual e do Bolsa Família.

Leia também: O que é Renda Cidadã? Entenda nova proposta para 2021

Continua depois da publicidade

Calendários Bolsa Família 2020

Restam dois pagamentos para o auxílio residual dos beneficiários do Bolsa Família ser finalizado.

Continua depois da publicidade

Após a segunda prorrogação (que aconteceu em setembro), o governo afirmou que não iria mais estender o auxílio.

Assim sendo, o auxílio emergencial passou a ser chamado de auxílio residual pelo caráter restante da ajuda temporária.

Desse modo, os calendários Bolsa Família 2020 de novembro e dezembro correspondem, respectivamente, às 8ª e 9ª parcelas residuais.

No entanto, como nem todos os beneficiários do Bolsa Família foram aprovados para o recebimento do auxílio, continuam recebendo o benefício também no mesmo cronograma.

Isto acontece porque o calendário regular do programa não foi alterado, foi usado para pagar os beneficiários do programa, sem a necessidade de criar um novo cronograma de pagamento para o público do Bolsa Família.

Portanto, as datas são as mesmas. Embora paguem valores diferenciados, devem ser atentamente cumpridas, pois o repasse da parcela só é feita no dia marcado, nunca antes.

Cronograma residual 2020

O calendário Bolsa Família novembro 2020, determina o pagamento da 8ª parcela do auxílio residual e o pagamento do próprio Bolsa Família nas seguintes datas:

  • Beneficiários com NIS final 1 – recebem dia 17/11 (terça-feira);
  • NIS final 2 – recebem dia 18/11 (quarta-feira);
  • 3 – recebem dia 19/11 (quinta-feira);
  • 4 – recebem dia 20/11 (sexta-feira);
  • 5 – recebem dia 23/11 (segunda-feira);
  • 6 – recebem dia 24/11 (terça-feira);
  • 7- recebem dia 25/11 (quarta-feira);
  • 8 – recebem dia 26/11 (quinta-feira);
  • 9 -recebem dia 27/11 (sexta-feira);
  • 0 – recebem dia 30/11 (segunda-feira).

Já o calendário relativo à 9ª e última parcela do auxílio, que será paga em dezembro, determina o repasse nas seguintes datas:

  • Beneficiários com NIS final 1 – recebem dia 10/12 (quinta-feira);
  • NIS final 2 – recebem dia 11/12 (sexta-feira);
  • 3 – recebem dia 14/12 (segunda-feira);
  • 4 – recebem dia 15/12 (terça-feira);
  • 5 – recebem dia 16/12 (quarta-feira);
  • 6 – recebem dia 17/12 (quinta-feira);
  • 7 – recebem dia 18/12 (sexta-feira);
  • 8 – recebem dia 21/12 (segunda-feira);
  • 9 – recebem dia 22/12 (terça-feira);
  • 0 – recebem dia 23/12 (quarta-feira).

O pagamento acontece nos últimos dez dias úteis de cada mês de acordo com o Número de Identificação Social que cada Responsável Familiar possui.

Contudo, em dezembro há uma pequena diferença nos dias de pagamento devido aos feriados de Natal e Véspera de Ano Novo.

Cumprimento das datas

Desse modo, as datas devem ser atendidas pelos beneficiários. Caso o usuário do programa queira receber a parcela antes da data, o pagamento não estará disponível.

No entanto, após a data, o beneficiado tem até 3 meses (90 dias) para retirar a parcela. caso esse prazo não seja atendido, a parcela é retida e a permanência no programa poderá ser prejudicada.

Portanto, o saque do benefício nunca poderá ser antes do cronograma. Além disso, a partir de janeiro de 2021, o Bolsa Família voltará a atender aos 100% dos beneficiários.

Veja ainda: Imposto sobre a cesta básica para aumentar o Bolsa Família? Entenda melhor

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies