Anunciado novo valor para salário mínimo 2021, mas poder de compra melhora? Veja

O governo anunciou um novo valor para o salário no ano que vem, alterando também alguns benefícios sociais

Anúncio


O governo anunciou novo valor para o salário mínimo 2021. O reajuste, conforme informado pela Secretaria de Política Econômica (SPE), chegará à quantia de R$1.087,84. Portanto, o aumento do salário é de R$ 20,84 em relação ao último valor divulgado (R$1.067,00).

Continua depois da publicidade

Mas é bom lembrar que a validação só acontecerá quando houver uma publicação da Lei Orçamentária 2021. O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), informou que cerca de 49 milhões de brasileiros utilizam o valor do salário mínimo como referência.

A inflação tem sido utilizada como fator de correção, por isso, o valor reajustado recentemente, pode sofrer alterações com base nas projeções econômicas. Pois de acordo com acordo com a constituição, o salário mínimo 2021, assim como nos outros anos, deve sofrer correções no mínimo, pelos valores do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do ano anterior.

Continua depois da publicidade

Leia também: 14º salário dos aposentados foi aprovado? Entenda o projeto e veja o andamento.

Continua depois da publicidade

Salário mínimo 2021 e a Lei de Diretrizes Orçamentárias 

Salário mínimo 2021: governo anuncia um novo valor
Salário mínimo 2021: governo anuncia um novo valor | Foto: Nattanan Kanchanaprat

O governo enviou ao Congresso um projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO), onde estipula que o reajuste do salário mínimo 2021 e os próximos, sofram alterações somente com base nos números da inflação.

Porém, se essa lei for aprovada e cumprida, o poder de compra do trabalhador não terá alteração mesmo com o aumento do salário. Pois não haverá um “ganho real” e sim uma readequação do valor de acordo com as alterações de valores dos bens de consumo.

Veja mais: Pagamento do 13º salário: saiba quem tem direito e quando receber.

Mas é bom salientar que o reajuste baseado na inflação já foi utilizado neste ano, pois o salário mínimo já teve alterações baseadas na inflação de 2019.

De 2011 até 2019,  as mudanças do salário eram baseadas tanto no PIB quanto na inflação, com exceção de 2017 e 2018.

Alteração nos benefícios sociais

Existe uma estimativa de que o governo tenha um impacto de aproximadamente R$7,4 bi, com o aumento do salário mínimo 2021. Pois os benefícios sociais são calculados de acordo com o piso nacional.

Este impacto pode ser um dos motivos para que o governo não realize um aumento maior. O Ministério da Economia levantou alguns números em relação aos gastos do governo com o aumento do salário. Então, de acordo com o estudo, a cada R$ 1,00 de aumento, o governo apresenta uma despesa de R$ 355 milhões.

Os benefícios que serão alterações devido à nova projeção do salário mínimo 2021, não deve esquecer das regras de concessões na hora do cálculo. O abono salarial, por exemplo, só poderá ser pago de forma integral, ao beneficiário que tiver trabalhado nos últimos 12 meses.

O teto do INSS, que ainda não foi divulgado, também deverá ser respeitado. Então o pagamento não poderá ultrapassar o valor estipulado. Entretanto, é bom lembrar que os valores também não poderão ser menores que o piso nacional.

Estes dados que foram divulgados pelo governo, também poderão sofrer alterações até o final de 2020. Pois como já falado, eles foram baseados nas projeções da inflação. Desse modo, se essas projeções forem alteradas, os outros valores também tendem a ser.

Fique ligado: Entenda quando deve ser paga a primeira parcela do 13º salário em 2020.

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies