Bitcoin chega a US$ 51 mil após perder 20% do seu valor

Créditos de imagem pixabay
0

Hoje quarta-feira dia (08) de dezembro, vamos analisar as oscilações do Bitcoin nesta semana, e você confere tudo no FolhaGO. O Bitcoin chegou nesta terça-feira (7), a US$ 51.005,20, um aumento de 0,92%, após perder 20% do seu valor no último sábado (4).

O crescimento ocorreu por volta das 11h27min pelo horário oficial de Brasília e levou os investidores a crer que, de fato, nada está perdido.

O alívio após o susto

Os investidores da criptomoeda estão mais aliviados ao ver que o Bitcoin voltou a operar em alta e a lutar pelo seu posto.

Bitcoin chega a US$ 51 mil após perder 20% do seu valor
Créditos de imagem pixabay

O crescimento não é algo muito admirável, mas pelo menos a moeda recuperou-se em parte após a queda de mais de 20% registrada no fim de semana.

A queda ocasionada levou o preço do bitcoin e a quantia investida em derivativos da moeda para os níveis a que ela chegou no início do mês de outubro.

Nesse período, a moeda estava prestes a passar por um forte aumento de preço, que ocorreu em 10 de novembro e que levou o Bitcoin para o recorde de US$ 69 mil.

Desde então, o Bitcoin não chegou a atingir novos índices que viessem a animar muito os investidores, pelo contrário, acumula uma baixa de 32%.

A opinião dos especialistas sobre a queda

Os analistas do mercado disseram que a baixa observada no preço do Bitcoin no último final de semana tem relação com uma fuga de investidores.

Essa fuga se dá com o abandono dos ativos de risco, como são as criptomoedas, em virtude de ativos mais elevados em mercados tradicionais.

NFTs De Filme Rendem Processo A Quentin Tarantino

Esse fato se dá muito por causa das preocupações em torno da nova variante ômicron do coronavírus, combinada com menor liquidez de negociação.

Nesse sentido, Sean Farrell, da Fundstrat, apontou a “correlação excessiva do bitcoin com as incertezas da macroeconomia”, quando comparadas com as outras criptomoedas.

“Acreditamos que isso tenha relação com o grande nível de institucionalização do bitcoin, e com a dinâmica independente do resto do mercado de criptos”, disse.

Bitcoin chega a US$ 51 mil após perder 20% do seu valor
Créditos de imagem pexels

As expectativas para o futuro do Bitcoin

Então mesmo com as idas e vindas já comuns, nesta terça-feira, a reação dos investidores de menor temor com relação à variante ômicron foram favoráveis.

Isso porque foram divulgados alguns dados que apontavam que a variante não seria tão letal quanto às suas antecessoras e o impacto, consequentemente, seria menor.

Em suma, a notícia anima não só o mercado de criptos, mas os mais tradicionais, que também apresentaram altas nas bolsas da Europa, de Nova York e aqui do Brasil.

NFTs De Filme Rendem Processo A Quentin Tarantino

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.