Bitcoins: o motivo que faz com que sejam tão caras no Brasil

O preço está relacionado aos fatores internos e externos do país

Bitcoins: o motivo que faz com que sejam tão caras no Brasil / Reprodução: Pixabay
0 92

- Advertisement -

A equipe do Folha GO, traz hoje no dia (28) as principais atualizações sobre Bitcoin e os motivos que faz com que sejam tão caras. Veja em nossa plataforma as principais informações sobre a moeda mais desejada.

Com seu surgimento em 2009, bitcoin marca o começo do mercado de criptomoedas. A moeda digital explodiu em popularidade nos últimos anos, chegando a valorizar 321% somente no ano de 2020, pulando de US$7 mil para US$30 mil dólares.

Assim, o valor de uma unidade de Bitcoin no dia 25 de outubro de 2021 vale US$63.008,00 dólares americanos, um equivalente a R$347.920,12 reais.

- Advertisement -

Veja também: Bitcoin: Gente nova no mercado, “não temos nenhum Bitcoin”

No entanto, essa valorização impulsionou o mercado geral das criptomoedas a atingir pela primeira vez o total de 1 trilhão de dólares. Devido ao grande sucesso e adesão aos Bitcoin, alguns fatores contribuíram para o enorme crescimento de valor de mercado, sendo eles:

Adesão de grandes empresas em Bitcoin

O banco JPMorgan elogiou a valorização da moeda e previu sua popularização. O Paypal anunciou a adoção de transações envolvendo bitcoin. A seguradora norte-americana Mass Mutual comprou em dezembro de 2020 o equivalente a US$100 milhões em bitcoin. Assim, a entrada destas gigantes no mercado de criptomoedas aumenta a confiança do público para entrar neste universo.

Inflação

Outro ponto importante é a inflação. A economia mundial vem sofrendo as consequências provenientes da pandemia da covid-19. Assim, os governos estão correndo contra o tempo com medidas emergenciais para salvar a economia, procurando meios de fazer com que mais dinheiro entre em circulação nestes tempos difíceis.

- Advertisement -

Bitcoins: o motivo que faz com que sejam tão caras no Brasil / Reprodução: unsplash
Bitcoins: o motivo que faz com que sejam tão caras no Brasil / Reprodução: unsplash

Ainda pode ver essa: Faraó da Bitcoin e o golpe que atingiu Rafael Portugal; entenda

Contudo, com a alta da inflação, o poder de compra cai. É aí que entra Bitcoins, pois passa a ser visto como uma alternativa entre as moedas e como uma nova forma de investimento, que por sinal está em constante crescimento. A barreira da desconfiança vem sendo quebrada devido ao grande aumento do uso de meios de pagamentos online e carteiras virtuais.

Limitação da moeda Bitcoin

Na moeda do bitcoin existe uma espécie de limite máximo de unidades existentes em circulação, que está atualmente estabelecido em 21 milhões de unidades. Entretanto, o total atual no mercado, circulando mesmo, está cerca de na casa de 18,5 milhões de bitcoin.

Então entramos na lei de oferta X demanda, pois com a diminuição de moedas disponíveis, o preço das unidades aumentam consequentemente.

Veja mais: Walmart investe em caixas eletrônicos de Bitcoin

Dólar

O bitcoin é uma moeda sem muitas regulamentações, nenhum servidor central ou entidade a controla. Seu valor é definida pela sua circulação no mercado.

Entretanto, pelo fato do dólar americano ser usado como referencial nas transações de mercado, ela passou a ser usada como um referencial. Logo, a cotação do dólar influencia o valor do bitcoin por influenciar o grande cenário econômico mundial.

- Advertisement -

Comentários
Loading...