O Bitcoin está no fim? Entenda o por quê! Confira, detalhes aqui

bitcoin pode estar acabando até 2040

O Bitcoin está no fim? Entenda o por quê! Confira, detalhes aqui / Reprodução: Pixels
0

Hoje, sexta-feira, 29 de outubro de 2021. Confira as novidades que o portal do Bitcoin hoje do Folha GO, que traz as principais informações da moeda mais cobiçada do mundo. Entretanto. O Bitcoin pode acabar? Entenda como funciona a escassez da criptomoeda. Moeda digital possui quantidade máxima que pode ser minerada, o que influencia o comportamento do ativo.

Contudo, o bitcoin é a criptomoeda mais negociada no mundo. Ela popularizou-se nos últimos anos. Mas não é por a moeda ser totalmente digital que ela é infinita. Na verdade, ela possui uma quantidade máxima que pode ser gerada, ou minerada, nome que representa o processo de obtenção.

21 milhões de bitcoins!  Isso foi definido já no código base da criptomoeda pelo seu criador, ou criadores, já que o próprio responsável ainda é desconhecido.

Confira agora: Bitcoin vs Bitcoin Cash: Compare antes de investir em moedas digitais; entenda

A CNN Brasil Business afirmam que, na prática, essa característica influencia no comportamento do ativo, nas possibilidades de investimento e de uso. Eles observam que, hoje, a marca de 18 milhões de bitcoins mineradas já foi ultrapassada.

A questão da escassez

O Bitcoin está no fim? Entenda o por quê! Confira, detalhes aqui / Reprodução: unsplash
O Bitcoin está no fim? Entenda o por quê! Confira, detalhes aqui / Reprodução: unsplash

A escassez, na economia é uma ideia aplicada a qualquer bem que tenha uma quantidade limitada que pode ser produzida ou obtida. Esse conceito é usado por commodities principalmente que são naturais. A ideia de um bem escasso é que, por ter uma quantidade de oferta limitada, uma alta na demanda acaba elevando seu preço. E se, em teoria, seria possível esgotar todas as reservas de um minério, também seria possível minerar toda a quantidade disponível de bitcoin.

“A quantidade limitada veio no próprio protocolo, o texto fundacional do bitcoin, que foi publicado por uma entidade desconhecida, chamada Satoshi Nakamoto. Que publica entre 2008 e 2009 um texto enxuto e elegante com a sugestão de protocolo técnico para funcionamento de uma criptomoeda”. Afirma Edemilson Paraná, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Veja também: Satoshi Nakamoto teve a identidade revelada pelo cofundador do Paypal?

Para o professor, o limite se insere em uma ideia “sobre funcionamento e administração da dinâmica monetária”. Ou seja, busca determinar não apenas que o bitcoin poderia ser usado como uma moeda. Além disso, também trabalha com o princípio de que o dinheiro deve ser escasso.

Com isso, é comum que o bitcoin seja comparado ao ouro, um metal que já foi usado como moeda. E que também tem como característica determinante a escassez, além de ser obtido por um processo de mineração.

A falta do Bitcoin

Entretanto, João Marco da Cunha, gestor de portefólio da  Hashdex, diz que, apesar de o bitcoin ser usado como moeda, a escassez. “É uma das principais razões que dão credibilidade à tese do bitcoin como reserva de valor no futuro”.

Imaginamos que uma reserva de valor é ter um ativo que o dinheiro investido fique “protegido” de efeitos que atingem outros ativos. Como  inflação ou câmbio em meio a crises, e talvez se valorize nesses cenários.

O gestor lembra que, no caso do ouro, é comum que se esforce cada vez mais quando surgem mais pedidos. Por isso como uma forma de balanço.

Contudo “O bitcoin não tem isso, ele multiplicou 5 vezes o preço no último ano, mas não consegue minerar mais bitcoin. A rede tem esse mecanismo de preservação da mineração de novos bitcoins. É até mais escasso que o ouro”.

O limite está quase alcançado

Garantimos o principal objetivo, o limite de 21 milhões de bitcoins só seja alcançado no ano de 2140. Para isso, a quantidade fornecida para os mineradores diminui conforme o aumento da mineração, e a dificuldade aumenta.

“Exponencialmente segue a curva do bitcoin, isso diz que sobe muito rápido, mas depois ela fica constante. Então demora mesmo para emitir o resto. Portanto, só em  2140 com certeza que todos vão ser emitidos, mas a ideia é que nesse final da curva se emita muito pouco.

Descubra como: Bitcoin se recupera e volta para cotação de US$ 61 mil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.