Ataque de animais selvagens: aprenda técnicas para escapar ileso

Medidas ajudam no encontro com esses animais fantásticos na natureza

Anúncio


Imagine que você está numa viagem e fica de frente com um leão…o que você faria? Para se defender de ataque de animais selvagens há algumas técnicas importantes. Assim, você tem alguma chance de escapar sem ferimentos. Hoje, 30/12, o Folha Go mostra essas medidas em matéria na Coluna Pets. Leia a matéria até o fim e descubra técnicas para escapar de ataques de animais selvagens.

Continua depois da publicidade

Leia ainda: Quais os animais mais perigosos do mundo? Site europeu reúne dados

Ataque de animais selvagens: técnicas para escapar ileso
Leão é o Rei da Selva e exige que humanos façam algumas atitudes para terem chance de sobrevivência (Fonte: InfoEscola)

Ataque de animais selvagens

Leões, tubarões, ursos, rinocerontes, lobos e crocodilos estão entre os animais temidos pelos humanos. Contudo, você sabe o que fazer ao encontrar um deles? Ademais, ficar desesperado não é uma opção válida. Portanto, saiba que existem formas de se livrar deles em segurança, sem se ferir ou feri-los.

Continua depois da publicidade

Obviamente, ninguém deseja passar por uma situação dessas. Mas, é bom que a pessoa saiba o que fazer caso aconteça. Antes de abordar as técnicas, é bom que os humanos tenham consciência que os animais não veem o homem como presa. A única exceção seria o tigre, segundo especialistas. Os ataques ocorrem pela invasão do espaço ou por movimentos ameaçadores dos humanos, mesmo que seja de susto.

Continua depois da publicidade

Leia ainda: Pesquisadores apontam civeta como intermediário do Coronavírus

Técnicas para escapar de ataques de animais selvagens

Existem cerca de 150 espécies de tubarões no planeta. Entretanto, apenas 20 atacam os humanos. Caso encontre um no mar, a primeira medida é: olhe bem nos olhos dele, não vire de costas e não tente fugir de pânico, pois isso mostra que é uma presa. Mova lentamente e saia devagar. Outra dica é nunca entrar na água sangrando ou urinar nela, pois o cheiro os atrai.

O contato visual é uma boa medida também com os leões. Não desvie o seu olhar. Ademais, tente que o seu tamanho impressione, levante os braços ou use uma blusa. Se você parecer grande e perigoso, o predador evitará qualquer contato. Fale com voz alta e confiante, faça sons e gesticule. Desse modo, você não terá comportamento de vítima.

Elefantes e rinocerontes são gigantes que atacam. Os elefantes, principalmente as fêmeas para defender os filhotes, pisoteiam os humanos ou qualquer outra ameaça. Se estiver com orelhas para trás, significa que pretende atacar. Assim, procure uma barreira, como uma árvore ou pedra grande.

Os rinocerontes têm uma visão bem ruim e atingem até 60 km por hora. Por isso, não é fácil escapar na corrida. A melhor forma de fugir dele é se esconder atrás de uma árvore, já que ele não entrará em arbustos ou grama alta. A mesma ação vale para hipopótamos.

Os maxilares do crocodilo estão entre os mais fortes do mundo. Se você for pego por um, provavelmente não conseguirá escapar. Caso seja capturado, bata nos olhos do animal, já que junto da garganta, são as partes mais sensíveis dele. Caso veja algum vindo em sua direção, saia correndo em ziguezague.

Ataque de animais selvagens: técnicas para escapar ileso
Lobos são animais com comportamento peculiar na natureza (Crédito InfoEscola)

Já os lobos exigem um contato visual mais calmo e movimentos lentos. De qualquer forma, evite parecer uma ameaça e dar as costas para o animal. Assim, você tem chance de sair lentamente e escapar do ataque mortal.

Leia ainda:  Furão de estimação tem curiosidades incríveis para quem pretende criar pet

Gostou dessa matéria? Acompanhe mais em nossas redes sociais e compartilhe!

Carregando comentários aguarde...
...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Ler mais

Política de Privacidade e Cookies