Looks like you have blocked notifications!

Governo abriu crédito para custear UTIs e deputado comemora: “iremos vencer esta guerra!”; confira

Ação foi lembrada por base aliada ao governo

-- Continuar depois da publicidade --

Indiscutivelmente, a segunda onda da Covid-19 no Brasil foi ainda mais devastadora, como previam instituições sanitárias e de saúde, bem como médicos e estudiosos da área. Nesse cenário, é impossível não falar da posição do governo brasileiro frente ao combate da pandemia, ora negligente, ora tentando agir. Desse modo, o governo abriu crédito para custear UTIs dos estados; saiba mais sobre o assunto nesta terça-feira (20/04).

Se por um lado, a oposição o acusa de negligência, por outro lado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) parece mudar o comportamento e agir para amenizar a crise. Dessa forma, algumas ações começam a acontecer e são celebradas pela base aliada.

-- Continuar depois da publicidade --

Governo abriu crédito para custear UTIs e ação é comemorada

Embora o presidente tenha se referido à doença infecciosa causada pela Covid-19 como “uma gripezinha”, o governo está se mobilizando para criar estratégias econômicas para o enfrentamento da crise que já ultrapassa o período de um ano, além de mudar o discurso com relação ao uso de máscaras e necessidade da vacinação em massa.

A medida mais recente tomada pelo governo foi a abertura de crédito no valor de R$ 2,6 bilhões em favor do Ministério da Saúde.

Segundo a Agência Brasil,

[…] a liberação, publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), tem o objetivo custear cerca 8 mil leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) nos estados […] Os recursos serão repassados mediante transferências do Fundo Nacional de Saúde para fundos de saúde dos demais entes federativos.

O crédito também será aplicado na aquisição de medicamentos e fármacos utilizados na intubação orotraqueal, procedimento usado em pacientes graves de covid-19. Os medicamentos a serem comprados são os chamados agentes hipnóticos, opioides e bloqueadores neuromusculares.

O repasse tem como base legal a Medida Provisória nº 1.043, de 16 de abril de 2021; ou seja, foi editada na última sexta-feira.

-- Continuar depois da publicidade --

Com a notícia, diversos parlamentares comemoraram a atuação do governo, mesmo em meio às críticas.

Entre eles, o deputado federal Coronel Armando (PSL-SC) comemorou por meio de uma publicação em sua conta oficial do Twitter. Na ocasião, o parlamentar que é filiado ao ex partido do presidente, escreveu:

Além disso, o deputado acrescentou:

Looks like you have blocked notifications!

-- Continuar depois da publicidade --

Comments
Loading...