Universidades públicas suspendem aulas por causa de fortes chuvas e alagamentos em Belém

A UFPA, Uepa e Ufra emitiram comunicados informando a suspensão e sugestão de cancelamento das aulas devido a dificuldade de alunos em chegar nas instituições.

Top Stories Gin com especiarias: conheça 4 formas diferentes de preparar esse drink

-- Continuar depois da publicidade --

A Universidade Federal do Pará (UFPA) e a Universidade do Estado do Pará (UEPA), decidiram, nesta quinta-feira (12), suspender suas atividades em razão das fortes chuvas e alagamentos que atingem a capital paraense. A Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) não cancelou as aulas oficialmente, mas recomendou que os professores de cada curso fizessem. Nesta quarta-feira (11), faculdades particulares cancelaram aulas do turno da noite.
A UFPA comunicou, através da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação, que a falta de discentes nas atividades planejadas, entre os dias 9 e 14 de março, vão ser abonadas em razão das fortes chuvas que atingem Belém desde o final de semana. A UFPA informou ainda que as atividades podem ser suspensas e posteriormente remarcadas, sem prejuízo ao calendário acadêmico.

-- Continuar depois da publicidade --

O Centro de Ciências Sociais e Educação da UEPA (Campus I) emitiu um comunicado oficial em que informa a suspensão das aulas nesta quinta-feira (12). Ainda segundo a nota, se o nível da chuva e alagamentos permanecer igual, as aulas desta sexta-feira (13) também serão canceladas. O Campus I da UEPA fica localizado na travessa Djalma Dutra, ponto situado em local cercado por diversos canais, que tem transbordado nos últimos dias.
Os Centros de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT/Campus V), Biológicas e da Saúde (CCBS/Campus II) e o Campus III, de Educação Física, também suspenderam as aulas nesta quinta-feira (12). Para esta sexta-feira (13), as aulas estão mantidas e serão avaliadas as condições de trânsito e alagamentos. Na Escola de Enfermagem Magalhães Barata, Campus IV, as atividades permanecem sem alterações ou suspensões.

-- Continuar depois da publicidade --

Oficialmente, a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) não suspendeu as suas atividades mas, por meio de comunicado, recomendou que os docentes dos cursos cancelassem as aulas no intuito de minimizar o prejuízo acadêmico. Na nota, a instituição pede para que as aulas sejam repostas posteriormente se necessário ou que as atividades didáticas sejam encaminhadas através do sistema ou que as faltas de alunos sejam abonadas.

-- Continuar depois da publicidade --

Para obter mais conteúdos siga o Folha Go no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Comments
Loading...